Notícias /

HRDLEM recebe mutirão para prevenção do câncer colorretal

02/08/2019 11:32

Com o objetivo de combater o câncer colorretal, a doença inflamatória intestinal e conscientizar a população a respeito de sua prevenção, a Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED), em parceria com a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, através do Instituto de Gestão e Humanização, promoveu ontem (01) um mutirão de procedimentos no Hospital Regional Deputado Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. O evento, que faz parte da sétima jornada do aparelho digestivo do interior da Bahia, realizou 30 endoscopias e 30 colonoscopias pelo Sistema Único de saúde em pacientes da região.

Ao todo, o mutirão contou com 15 aparelhos de endoscopia com três torres, além da atuação de 15 especialistas associados à Sobed, que com participação de médicos, enfermeiros e toda estrutura oferecida pelo HRDLEM, puderam concluir com sucesso essa iniciativa, que acontece pela primeira vez na cidade. “Agradecemos o apoio do Governo do Estado, da Prefeitura e de toda equipe da unidade que foi muito receptiva e fundamental para dar essa contribuição para a comunidade, alertando para a importância da prevenção e da realização do exame no tratamento precoce da doença, que aumenta consideravelmente as chances de cura”, ressaltou Vladimir Campos, presidente da Sobed – Ba.

No Brasil, o câncer colorretal é o 3º mais comum entre os homens e o 2º entre as mulheres, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer. Entre as principais causas, destacam-se o sedentarismo, obesidade, tabagismo, consumo excessivo de álcool e carnes vermelhas e baixo consumo de fibras como frutas e legumes, por isso recomenda-se a realização do exame a partir dos 45 anos, que é quando há maior incidência da doença.

Durante os procedimentos realizados ontem, os casos em que forem identificados lesões ou tumores serão encaminhados para tratamento pelo Sus. O médico George Schreiber Filho, especialista em endoscopia digestiva do HRDLEM, destacou a importância da realização do mutirão para o município de Porto Seguro e região. “Nós conseguimos aqui, contando com grandes médicos e toda equipe multidisciplinar da Unidade promover o rastreio precoce e principalmente disseminar o conhecimento entre pacientes e acompanhantes, pois o CCR é passível de prevenção, então, por meio de informação de qualidade e correta, conseguimos diminuir o número de casos e deixar com que menos pessoas sofram e morram em decorrência desse câncer”, concluiu.

Ascom do HRDLEM
Luis Eduardo Magalhães/endoscopia

Notícias relacionadas