Notícias /

Hospital Regional Costa do Cacau inicia ações em prol do Setembro Verde

03/09/2019 17:47

Uma das maiores dificuldades enfrentadas na captação de órgãos para transplante no Brasil é a negativa familiar. Muitas vezes essa atitude ocorre por diversos fatores, como falta de conhecimento sobre o tema, estado emocional, medo e até mesmo, cultural. Na Bahia, segundo dados do Sistema Estadual de Transplantes, apenas 30% das famílias entrevistadas dizem sim à doação.

Diante desse quadro preocupante, todos os anos é realizada, em toda a rede de saúde do país, a campanha Setembro Verde, que tem como objetivo sensibilizar a sociedade e familiares de pacientes potenciais doadores – diagnosticados com morte encefálica, internados sob cuidados intensivos – conforme autorização consentida prevista em lei.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, lembrou que em sua gestão foi lançada uma política de atenção integral ao paciente e ao doador e criada uma política de incentivo para que as equipes médicas pudessem ser remuneradas de forma mais adequada. Criamos um incentivo também para os hospitais. O resultado disso foi a ampliação significativa do número de transplantes”.

No Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), um dos pontos de captação de órgãos no interior da Bahia, este trabalho é coordenado pela CIHDOTT – Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante.

De acordo com Ronaldo Vital Pereira, enfermeiro coordenador da CIHDOTT do HRCC, o setor realiza esse trabalho de sensibilização com as famílias durante o ano inteiro, intensificando ações durante o Setembro Verde. “Iniciamos nossas ações em prol do Setembro Verde neste domingo, 1º. E nesse processo de doação de órgãos, o principal fator é a humanização, o acolhimento. Nesse momento, a gente explica a situação para os familiares e busca a compreensão de que doar os órgãos de um ente querido é um gesto de amor com o próximo que precisa”, ressalta.

Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC destaca a importância do Setembro Vede. “A campanha busca conscientizar a população sobre a importância de se tornar um doador de órgãos e compartilhar esperança a pessoas que esperam por uma nova oportunidade de retomar suas vidas. Aqui no hospital, a equipe da CIHDOTT é atuante, que além de esclarecer as dúvidas dos familiares de possíveis doadores, reconhece que mesmo em um momento de dor, a família tem um gesto nobre que é o de salvar vidas”.

O Setembro Verde tem seu ponto alto no dia 27 de setembro, considerado o dia D da campanha. No último dia 28 de maio, a CIHDOTT do HRCC realizou a captação de múltiplos órgãos (coração, dois rins, fígado e córnea). Além disso, em 2019, a unidade captou, até agosto, 19 córneas.

Notícias relacionadas