Notícias /

Atitudes fazem a diferença para o equilíbrio das finanças

13/09/2019 15:02

Certamente você conhece pessoas que ganham bons salários, mas vivem mergulhadas em débitos, com o limite do cartão de crédito estourado e usando todo o valor do cheque especial, incorporando – o ao salário. Também vê exemplos de pessoas que mesmo com renda bem menor, conseguem o equilíbrio de suas finanças pessoais.

No Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), a Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas trabalha o Projeto “Educação Financeira” com o objetivo de conscientizar os servidores sobre a importância da saúde financeira no plano pessoal. Esta semana começou o ciclo de Palestra “Vida, Carreira e Finanças”. Na primeira palestra sobre “Boas Práticas de Finanças Pessoais e Investimento” a administradora e consultora, Laura Lavigne, que discutiu, entre outros assuntos, a respeito dos mitos que envolvem a vida financeira pessoal.

ACREDITAR

Laura Lavigne abriu a palestra com uma reflexão do empresário e escritor (com vários livros sobre o sucesso na vida financeira), Carlos Wizard: “A sua prosperidade está relacionada à sua postura mental, à sua maneira de pensar, acreditar e agir dos que às fontes tangíveis”. Isso, segundo a palestrante, explica por que pessoas que ganham bem e vivem sem dinheiro, enquanto outras, ganhando menos equilibram suas finanças;

De acordo com a palestrante há muitos mitos envolvendo a saúde financeira, com o “quem poupa, não aproveita a vida”. Ou não invisto porque não tenho dinheiro. Se o dinheiro é pouco, pode-se começar a poupar com pouco, também: R$30. Outro mito: “já estou velho para investir”. E é muito importante poupar para a velhice. Quem não poupa, justifica que dinheiro não traz felicidade. “Não traz, mas ajuda”, pontua a palestrante.

É muito importante que a pessoa tenha planos, defina metas. E também que entenda a diferença entre poupar e guardar. Poupança é feita com um objetivo. Poupar para comprar algo que se deseja, para viajar. Se a pessoa apena guarda dinheiro, sacará facilmente.

Para o equilíbrio financeiro, segundo Laura Lavigne, não basta sonhar, mas definir metas. Pequenas economias fazem a diferença e são muito importantes. É preciso definir valores, prazos e estratégias para economizar.

O ciclo de palestras continua no dia 26, às 12h30, com o tema “O poder da Auto Liderança na Carreira”, que será apresentado por Laura Farias.

Notícias relacionadas