Notícias /

Setembro Verde: Hospital do Subúrbio promove palestras sobre doação e transplante

13/09/2019 16:22

O mês de setembro é marcado por ações que destacam a importância da doação de órgãos no Brasil. O Hospital do Subúrbio (HS) apoia essa ação diariamente e, por isso, montou uma programação especial em comemoração à Semana Nacional de Incentivo à Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes, com uma série de ações para conscientizar profissionais de saúde e estudantes da área a respeito do assunto.

No dia 27, data em que se celebra o Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos, o HS realiza uma série de palestras abertas ao público, trazendo os dados das captações e transplantes no estado da Bahia, informações sobre abertura e fechamento do Protocolo de Morte Encefálica, bem como a abordagem da equipe na comunicação de más notícias e entrevista familiar para doação de órgãos. O evento acontece no auditório da Escola Estadual de Saúde Pública (EESP), com a participação de representantes da Central de Transplante da Bahia, Organização de Procura de Órgãos (OPO) e Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos Para Transplante (CIHDOTT) do Hospital do Subúrbio.

“Também destacaremos a importância da humanização e do acolhimento das famílias nesse processo, que é um ponto importante na decisão da família para a doação de órgãos”, pontua a assistente social Fernanda Almeida, integrante da CIHDOTT do HS e uma das palestrantes do evento. A programação conta com palestras de Rita de Cássia, médica e coordenadora do Sistema Estadual de Transplantes da Bahia, de América Carolina Sodré, coordenadora da Central de Transplantes da Bahia; do neurocirurgião Adroaldo Rossetti, da enfermeira da OPO Aline Buranelli, e da médica do HS Fernanda Santana.

Abrindo o ciclo de palestras do HS, foi realizado no dia 10 de setembro, no auditório do hospital, apresentação da Captavisão, empresa que trabalha junto a hospitais na busca ativa de possíveis doadores de córneas para transplante no Estado. Falando sobre o processo de doação de córneas para os profissionais de saúde do HS, estava a coordenadora da Organização de Procura de Córneas da Bahia (OPC), Mirela Andrade.