Notícias /

Creasi é premiado em mapeamento do Ministério da Saúde

18/09/2019 10:55

Pelo terceiro ano, o Estado da Bahia é selecionado no “Mapeamento de Experiências Exitosas de Gestão Pública no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa”, realizado pela Coordenação de Saúde da Pessoa Idosa, do Ministério da Saúde, em parceria com o Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (ICICT/Fiocruz). O Certificado de Reconhecimento de Experiência Exitosa, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), será entregue durante evento de premiação que acontecerá no próximo mês, em Brasília/DF.

O Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso (Creasi), unidade da Secretaria da Saúde do Estado, foi premiado em duas experiências: o Alerta Geral – que desenvolve uma programação voltada à circulação da pessoa idosa nos espaços públicos, com vistas a fortalecer o protagonismo e participação social do usuário, em ações extramuros – e o Programa de Apoio ao Cuidador – que desenvolve ações relacionadas ao cuidar em suas várias dimensões, o cuidar de si, o ser cuidado pelo outro e o ambiente onde isso ocorre, bem como reconhecer a importância da pessoa que cuida no processo de reabilitação funcional da pessoa idosa, usuária do Creasi.

Quase 150 experiências foram inscritas, das 5 regiões do país, e avaliadas por um comitê composto por gestores, pesquisadores e controle social, que selecionaram 14 experiências, considerando o alinhamento com princípios e diretrizes do SUS, com a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa e as diretrizes para organização da Rede de Atenção à Saúde; o caráter inovador; a reprodutibilidade em outras realidades e a relevância dos resultados. Cada experiência foi avaliada por 3 avaliadores e só depois concluída a seleção.

Para a diretora do Creasi, a geriatra Mônica Hupsel Frank, “é o comprometimento de toda a equipe da unidade que faz com que cada atividade desenvolvida faça a diferença para os usuários do serviço. Evidenciamos a importância do protagonismo da pessoa idosa, possibilitamos uma melhor qualidade de vida, por isso são experiências exitosas”, avalia. O “Mapeamento de Experiências Exitosas Estaduais e Municipais no campo do Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa” tem como objetivo conhecer e dar visibilidade a boas práticas de municípios e estados no campo da saúde da pessoa idosa. Com isso, espera-se incentivar os gestores a fomentarem estratégias e ações que contribuam para qualificar o cuidado à pessoa idosa no Sistema Único de Saúde (SUS).

Notícias relacionadas