Notícias /

Oncologia Clínica do Hospital da Mulher atende mais da metade dos casos de câncer de mama no estado em um ano

06/11/2019 15:19

O Serviço de Oncologia Clínica do Hospital da Mulher completa, neste mês, um ano de serviços prestados às mulheres baianas. E comprovando o êxito do funcionamento do equipamento público estadual – único do país para tratamento da doença no aparelho reprodutor feminino – o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, apresenta os números registrados nesse período

“Desde 2018, mais de 12.800 consultas médicas e multiprofissional e mais de 7.182 sessões de tratamento já foram realizadas na unidade que, desde então, oferta atendimento integral às pacientes diagnosticadas com câncer, entre eles o câncer de mama. Ou seja, o governador Rui Costa acertou em cheio quando idealizou o Hospital da Mulher aqui na Bahia.”

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama, sendo o tipo de doença mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma.

Conforme Estimativa 2018 – Incidência de câncer no Brasil (INCA), o número de casos incidentes de mama feminina no Brasil, para 2019, foi de 59.700. Para o estado da Bahia, foram estimados 2.870 novos casos. Destes, 53% dos casos, o que corresponde a 1521, são tratados no Hospital da Mulher.

“Esses dados reafirmam a dimensão do Hospital da Mulher e sua abrangência Estadual no tratamento da saúde feminina, principalmente no tratamento do câncer. Aprimorar técnicas e processos constitui nossa prática diária na busca do desenvolvimento contínuo do hospital”, afirma o diretor geral da unidade, Marco Antônio Andrade.

O diretor técnico do hospital, Paulo Sérgio Andrade, destaca a humanização do Serviço. “A nossa maior virtude está ligada à condição do tratamento, à questão da humanização, da afetividade com as quais nossas pacientes são atendidas pelos nossos colaboradores”, pontua.

Tratamento com Amor
Após cinco meses de sessões de quimioterapia, a paciente Ana dos Santos Souza, de 64 anos, finaliza o tratamento e elogia o atendimento humanizado recebido. “Esta quimioterapia foi um presente de Deus para a gente. O pessoal trata a gente muito bem e ainda fazemos exames e tudo o que precisa por aqui mesmo”, conta.

Os tratamentos para cura do câncer de mama constituem o principal percentual de atendimentos do Serviço, com 71% dos casos, seguido pelos tratamentos para cura do câncer ginecológico (24%), gastrointestinal (4%) e de cabeça e pescoço (1%). Para isto, o Serviço de Oncologia conta com 20 poltronas para infusão de quimioterápicos, consultórios médicos, leitos de observação e de estabilização, além de equipe multidisciplinar composta por enfermeiras, farmacêuticas, psicólogas, assistentes sociais, médicos oncologistas e nutricionistas.

“A equipe da Oncologia Clínica se sente gratificada em fazer parte do corpo clínico do Hospital da Mulher. Para o próximo ano, nosso objetivo é ampliar o número de pacientes atendidas, assegurando a qualidade do serviço prestado”, estima o coordenador médico do Serviço de Oncologia Clínica, Marcos Lyra.

Ascom HM

Notícias relacionadas