Notícias /

Estratégia para que unidades funcionem em rede é apresentada

21/11/2019 13:17

Idealizado para atualizar a classificação das unidades hospitalares da rede pública baiana, o Plano de Atenção Hospitalar da Bahia foi apresentado nesta quinta-feira (21) para gestores estaduais e municipais. Desenvolvido ao longo de 2019, o plano abrangerá o perfil hospitalar, com tipos de serviços ofertados, bem como a melhoria de processos regulatórios, visando a maior integração dos serviços na rede, entre outros processos. A apresentação foi feita em um evento ocorrido em Salvador.

A subsecretária da Saúde da Bahia, Tereza Paim, destacou a importância de planejar as ações. “Esse produto trará um impacto na assistência e a gente precisa ver como algo positivo. Quando há uma reorganização, a tendência é que a rede funcione de uma melhor forma”, afirmou Tereza. Ela ainda pontuou que a ideia é uniformizar condutas e ações para dar mais eficiência.

Para construção do Plano de Atenção Hospitalar, a Secretaria da Saúde do Estado contou com o apoio da consultoria da Organização Pan Americana da Saúde /Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde, e a participação de mais de 650 profissionais em todo o Estado, dentre gestores estaduais, municipais e hospitalares, técnicos de diferentes áreas da saúde e representantes do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde da Bahia (Cosems-Bahia).

Foram realizadas oficinas e visitas técnicas em todas as macrorregiões de saúde, além de oficinas de alinhamento interno, oficinas específicas sobre regulação, contratualização, precificação e tipologia hospitalar.

De acordo com a diretora da Atenção Especializada da Sesab, Alcina Romero, o plano deve começar a ser implantado em 2020. Ela explica que o plano inclui tanto hospitais da rede estadual quanto municipais. “A ideia é analisar a situação dos hospitais e propor uma nova carteira de serviço e de fato fazer com que as unidades funcionem em rede”, afirmou.

Notícias relacionadas