Notícias /

CRIE do Icom oferece estrutura e atendimento de excelência para pacientes que necessitam de vacinas especiais

22/11/2019 15:09

Oferecer vacinas, imunoglobinas e soros para pacientes com doenças ou condições especiais de saúde que não estão contemplados no calendário básico vacinal do Programa Nacional de Imunização (PNI). Este é o principal objetivo do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais, conhecido também como CRIE, que oferece atendimento gratuito e personalizado a quem necessita de produtos especiais, de alta tecnologia e alto custo adquiridos pelo PNI.

Na Bahia, o ICOM é um dos poucos lugares que possuem um CRIE com atendimento presencial à população. Sua infraestrutura irretocável, em conformidade com todas as portarias e RDC’s vigentes, bem como a excelência na gestão da equipe de atendimento chamam a atenção de outros centros ao redor do país. Foi o caso das mineiras Maria Marques Moreira, do CRIE da Secretaria de Saúde de Minas Gerais e Josiane Gusmão, da Coordenação do Programa de Imunização de Minas Gerais, que visitaram a sede do ICOM para ver de perto o funcionamento do CRIE.

“Ficamos surpresas com a estrutura oferecida ao paciente, além do fluxo rápido, com atendimento imediato no qual o paciente já é cadastrado, recebe a vacina e, a partir de então, fica sendo acompanhado para cumprir todas as etapas do programa de imunização”, elogia Josiane.

Bons índices de atendimento e satisfação

Atualmente o CRIE do ICOM possui mais de 25 mil pacientes inscritos e atende em média 100 pessoas por semana. “No período de março a maio, este número aumenta, devido à campanha de vacinação contra a gripe. Apesar do bom fluxo, nosso CRIE tem potencial de crescimento, visto que parte de nossa estrutura ainda está subutilizada – seja por desconhecimento das especialidades médicas oferecidas ou porque boa parte da população ainda não sabe das vacinas de alto custo a que têm direito e, por isso, não utilizam o serviço”, explica Fabio Amorim, médico infectologista do ICOM.

Mesmo assim, o ICOM tem registrado um aumento crescente no número de pacientes hematológicos e usuários de imunobiológicos. “É importante ressaltar que nossos pacientes são altamente fidelizados por conta das facilidades oferecidas pelo hospital, visto que uma vez matriculados no sistema do Couto Maia, eles possuem acesso aos demais serviços oferecidos”, afirma Fabio Amorim. Esta fidelização permite o acompanhamento integral e sistêmico de cada paciente, mais eficaz para tratamento de doenças e condições crônicas.

Tamanho esforço em oferecer infraestrutura e atendimento de excelência tem dado bons resultados, afinal o CRIE do ICOM é considerado um dos melhores do país e seus índices de satisfação ultrapassam os 80%, sendo classificado como bom/ótimo pelos usuários.

Quem tem direito ao CRIE

Para ter acesso ao serviço do CRIE é necessário que a pessoa preencha determinados requisitos, como ser portador de imunodeficiência congênita ou adquirida, ter outras condições especiais de comorbidade ou ser exposto a situações de risco aos imunobiológicos especiais para prevenção das doenças, que são objeto do PNI. A partir daí, a pessoa precisa ter em mãos a prescrição com indicação médica e relatório clínico sobre o caso. Em seguida, o médico ou enfermeiro responsável irá avaliar a documentação para então liberar as vacinas especiais. O CRIE do ICOM conta ainda com dois consultórios médicos, sala de vacina e quatro leitos para soroterapia. 

Ascom Couto Maia

Notícias relacionadas