Notícias /

Começa a Semana de Mobilização Nacional e Dia D de combate ao Aedes aegypti

02/12/2019 14:54

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), através da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), participa ativamente da programação da Semana de Mobilização Nacional e Dia D de combate ao Aedes aegypti, que acontece de 2 a 6 de dezembro. A mobilização aponta diretrizes para o fortalecimento de medidas de Prevenção e Eliminação de focos de Aedes aegypti nas dependências das unidades de saúde, escolas e demais locais de trabalho.

Com o mesmo intuito, a equipe vai visitar na quinta-feira (5), o Corpo de Bombeiros. Na oportunidade, será feita uma apresentação da situação das arboviroses e uma palestra sobre as medidas de controle do Aedes aegypti, para que os militares possam se precaver da dengue, zika e chikungunya e, também, formar multiplicadores das ações contra o vetor.

No dia 6, a equipe da Divep vai participar do Dia D de Mobilização contra o Aedes aegypti no município de Camaçari. Nesta visita, será dado todo o apoio ao município, nas ações de mobilização da comunidade.

Atividades na Sedur

Na Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), a equipe da Divep promove de 2 a 6, exposição de cartazes de cunho educativo sobre a importância do manejo e limpeza de possíveis focos do mosquito, a fim de eliminar e/ou bloquear a sua proliferação. Será feito um cronograma de limpeza, que deverá ser observado por todos os funcionários. Um mutirão de limpeza também está marcado.

Com isso, a equipe espera eliminar os possíveis focos do Aedes no prédio e no entorno da Sedur, conscientizar os servidores, no sentido de que esta campanha seja disseminada e perpetuada no meio social, criando, desta maneira, uma rede de disseminação do mosquito, para a sua total erradicação.

Dados

Até o dia 21 de novembro, foram notificados 66.289 casos prováveis de Dengue no estado. Até o momento, foram notificados 81 óbitos por dengue, sendo que 31 foram confirmados, 29 laboratorialmente (12 em Feira de Santana, 03 em Salvador, 02 em Paulo Afonso, 01 em Candeias, 01 em Rafael Jambeiro, 01 em Coração de Maria, 01 em Jacobina, 01 em Paripiranga, 01 em Presidente Dutra, 01 em Santo Antônio de Jesus, 01 em Simões Filho, 01 Candiba, 01 em Camaçari, 01 Mulungu do Morro e 01 em Euclides da Cunha), 01 por critério clínico-laboratorial (Muritiba) e 01 por critério clínico/epidemiológico (Cruz das Almas). Foram descartados 32 óbitos e 18 permanecem em investigação.

Notícias relacionadas