Notícias /

Um milhão de preservativos são distribuídos no carnaval

25/02/2020 18:41

Com um milhão de preservativos distribuídos nos seis dias de carnaval (de 20 a 25), a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) comemora a ação realizada nos circuitos, dentro da campanha “Só vou de camisinha”. Com o objetivo de alertar baianos e turistas sobre a importância do uso da camisinha para prevenir as infecções sexualmente transmissíveis, as denominadas IST.

Este ano, o folião que retirou preservativo contou com uma novidade, que fez a diferença: uma rede sem fio de alta velocidade, disponibilizada gratuitamente para o seu uso.

As infecções sexualmente transmissíveis são doenças causadas por vírus, bactérias ou parasitas. As ISTs aparecem, principalmente, no órgão genital, mas pode surgir também em outras partes do corpo (palma das mãos, olhos, língua). Por isso, os especialistas dizem “todo cuidado é necessário e a camisinha é um fator para se prevenir dessas indesejáveis doenças”.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, destaca que mesmo com o avanço no tratamento da Aids, é necessário que todos fiquem atentos para a prevenção e façam exames regularmente para evitar a transmissão aos seus parceiros e “acreditamos que essa é uma ação fundamental durante o Carnaval para chamar a atenção de todos para que tenham relações sexuais de forma segura”, afirma Vilas-Boas.

O uso da camisinha (masculina ou feminina) em todas as relações sexuais (orais, anais e vaginais) é o método mais eficaz para evitar a transmissão das IST, do HIV/Aids e das hepatites virais B e C, além de servir também para evitar a gravidez indesejável.