Notícias /

Hospital Regional de Juazeiro intensifica ações preventivas contra a Covid-19

30/03/2020 16:37

Os casos de coronavírus exigem atenção mundial, e a equipe do Hospital Regional de Juazeiro está reforçando e promovendo treinamentos voltados para a prevenção do Covid-19.

Além de criar o Comitê de Enfrentamento, profissionais participaram nesta sexta-feira, 27, de mais um treinamento, desta vez com o médico Washington Dantas, que na ocasião abordou: aspectos gerais sobre a COVID19 como quadro clínico, exames diagnósticos, tratamento e uso correto de EPIs.

O médico e palestrante lembrou que a informação faz a diferença na compreensão e prevenção ao coronavírus. “Todas as atenções estão voltadas para ações preventivas contra o vírus que ganhou uma notoriedade muito maior. Não é uma gripe, esse termo utilizamos apenas para a infecção causada pelo influenza. O coronavírus é responsável por um quadro de insuficiência respiratória com pneumonia, por isso a transmissão por via respiratória acaba sendo mais comum”, alerta Dantas.

O médico destacou que além da informação correta é preciso que haja medidas preventivas tanto para pacientes quanto para os profissionais. “Nossas ações são voltadas para toda equipe multidisciplinar, pacientes, e acompanhantes que buscam atendimento no hospital. A equipe também repassa informações, como higienização das mãos, cuidados pessoais, uso de EPI’S ( equipamento de proteção individual), entre outras medidas para o público alvo, garantiu.

Entenda:

COVID-19 é a doença infecciosa causada pelo mais recente coronavírus descoberto. O vírus e a doença eram desconhecidos antes do surto iniciado em Wuhan, na China, em dezembro de 2019. Como nunca tivemos contato com o vírus antes, não temos imunidade contra ele.

Os sintomas mais comuns da COVID-19 são febre, cansaço e tosse seca. Houve alguns relatos de sintomas gastrointestinais (náusea, vômito e diarreia) antes da ocorrência de sintomas respiratórios, mas esse é principalmente um vírus respiratório.

Alguns pacientes podem também apresentar dores musculares, congestão nasal, coriza e dor de garganta. Esses sintomas podem aparecer de dois a 14 dias após a exposição (com base no período de incubação dos vírus MERS-CoV).

Se você desenvolver sinais de alerta de emergência para COVID-19, procure atendimento médico imediatamente. Os sinais de alerta de emergência:

Ascom do HRJ

Notícias relacionadas