Notícias /

Funcionários do Hospital Regional Costa do Cacau usam EPIs e têm treinamento contínuo para prevenção da Covid-19

08/04/2020 14:51

O Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) e o Núcleo de Educação Permanente em Saúde (NEPS) do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, intensificaram ações de prevenção e orientação no combate ao novo coronavírus (Covid-19) para todos os colaboradores da unidade hospitalar.

Funcionários de todos os setores são treinados, com frequência, com relação à higienização e uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para diminuir o risco de contágio pela Covid-19. Além disso, a distribuição de EPIs ocorre para trabalhadores de todo hospital, de acordo com suas funções.

As máscaras cirúrgicas, por exemplo, são distribuídas para colaboradores de diversos setores, como recepções, portaria, administrativo, entre outros.

Já no caso das máscaras n95 ou PFF2, a entrega é feita para profissionais em ambiente hospitalar para proteção contra aerossóis contendo agentes biológicos, conforme recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Dois setores estão responsáveis pela distribuição de EPIs no HRCC, a Central de Abastecimento Farmacêutica (CAF) e o SESMT.

De acordo com a engenheira de Segurança do Trabalho da unidade, Bruna Sobral, a máscara cirúrgica distribuída protege o trabalhador de saúde de infecções por inalação de gotículas transmitidas a curta distância.

Bruna Sobral complementa que o equipamento também tem proteção para projeção de sangue ou outros fluidos corpóreos que possam atingir as vias respiratórias.

“Nós estamos realizando a distribuição dos EPIs para proteger os funcionários do HRCC em sua rotina de trabalho e também proteger pacientes e acompanhantes”, informou.

Para o médico Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, a unidade se alinhou desde o primeiro momento da pandemia da Covid-19 as orientações técnicas da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Estamos trabalhando com segurança e precisamos evitar fake news, centenas de profissionais estão diariamente aqui para cuidar dos pacientes. A equipe está treinada, usando equipamentos de proteção individual e, além disso, diversos núcleos e setores do hospital se mobilizaram para preparar e orientar as nossas equipes de trabalho”, concluiu.

Ascom do HRCC

Notícias relacionadas