Notícias /

Lacen inicia testes moleculares para Covid-19 em Porto Seguro

03/06/2020 19:52

A unidade do Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) de Porto Seguro, no sul da estado, irá realizar testes RT-PCR, que é o padrão ouro para para detecção de Covid-19, a partir desta quinta-feira (4). Localizada no Laboratório Municipal de Referência Regional do município, a unidade tem capacidade para 24 testes por dia e pode processar 12 testes simultaneamente em um período de quatro horas e meia.

Outras cinco cidades do interior já foram equipadas e atualizadas com o protocolo do Ministério da Saúde para fazer a testagem: Vitória da Conquista, Jequié, Guanambi, Paulo Afonso e Barreiras, este último em parceria com a Universidade Federal do Oeste (Ufob). Com as unidades no interior, municípios que demoravam até sete dias para receber os resultados podem obtê-los em até 48 horas. Técnicos de todos esses municípios foram treinados no Laboratório Central da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), em Salvador.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, explica que, com essa iniciativa, as ações de saúde pública poderão ser tomadas ainda mais rapidamente. “O Lacen, em Salvador, já vem fazendo um grande número de testes e dando respostas rápidas. Com essa descentralização, a agilidade será ainda maior, possibilitando que todas as medidas em relação aos pacientes e contactantes sejam ainda ágeis. É uma importante ação no combate ao novo coronavírus”, afirma.

De acordo com a diretora-geral do Lacen-BA, Arabela Leal, a descentralização ajuda a dar mais agilidade na realização de testes de Covid-19 em todas as regiões. “A partir de agora, poderemos realizar exames de biologia molecular, com o exame RT-PCR, em tempo real, o que permite identificar pequenas partículas do vírus na secreção do nariz e garganta das pessoas. Antes, os testes eram feitos em Salvador e acabava se perdendo muito tempo para que o resultado chegasse até os municípios do interior. Agora, os testes ficam acessíveis muito mais rapidamente, garantindo melhores resultados nos casos mais críticos”.

O Lacen-BA realizou mais de 60 mil testes do tipo RT-PCR, que é o padrão ouro para identificar o genoma viral do coronavírus, no período de 1° de março a 3 de junho de 2020. Os números colocam a Bahia em segundo lugar no ranking nacional de testagens moleculares, ficando atrás apenas de São Paulo.

Fonte: Secom

Notícias relacionadas