Notícias /

Cedeba avança com Telemedicina durante a pandemia

01/07/2020 09:57

Proteger contra a Covid-19 e garantir a assistência aos seus pacientes de toda a Bahia. Esse grande desafio para o Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), com a pandemia que exigiu a suspensão do atendimento presencial nos ambulatórios, vem sendo encarado com o uso das novas tecnologias e principalmente, com o envolvimento e engajamento da equipe multidisciplinar.

Essa avaliação é da diretora do Cedeba, Reine Chaves, sobre as ações realizadas nos últimos três meses, período em que os usuários do Cedeba tiveram acesso aos medicamentos – a Farmácia continua funcionando – a consultas pela telemedicina com seus especialistas.

Fique em casa

O trabalho dos médicos com telemedicina é proativo, fazendo contato por telefone com os pacientes previamente agendados para consultas presenciais. Os usuários também podem tirar dúvidas pelo e-mail cedeba.ficaemcasa@gmail.com ou ligar para (71) 98608-4142 (ligações e Whatsapp).

Com o avanço do trabalho da telemedicina, foi necessário abrir o Laboratório para realização de exames. Os procedimentos são agendados com um número pequeno de atendimentos, porque o Cedeba tem como maioria de usuários os diabéticos e obesos, ambos do grupo de risco, como explica a diretora Reine Chaves.

Os pacientes do Cedeba continuam com o atendimento multidisciplinar. De forma remota, eles são atendidos pelos psicólogos, nutricionistas, enfermeiros e assistentes sociais, num total de 3.588 atendimentos em três meses.

A farmácia

Para garantir o tratamento dos usuários do Cedeba, a Farmácia permanece funcionando, mas com agendamento porque é preciso respeitar as normas sanitárias de prevenção da Covid-19, como explica o líder da Farmácia e do Laboratório, Sandro Monteiro.

De março a junho foram 12.7 mil atendimentos na Farmácia, mas esse número representa 50% da demanda em situação normal. No início da pandemia o movimento foi maior, mas com a dispensação de medicamentos para dois e até três meses o fluxo diário ficou menor e mais seguro.

Além da dispensação de medicamentos, há situações em que o medicamento também é aplicado no Cedeba – são medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (medicamentos de alto custo). Foram 814 atendimentos, de março a junho.

Ascom\Cedeba

Notícias relacionadas