Notícias /

Emoção marca o retorno dos trabalhadores e trabalhadoras do Creasi que estavam atuando no Fazendão

21/07/2020 18:49

Com a pandemia pelo novo Coronavírus, trabalhadores e trabalhadoras do Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso (CREASI) e de outras Unidades da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB), foram remanejados para hospitais de campanha e para Unidades que precisavam de reforço no atendimento. Esta semana, servidores que estavam atuando no Fazendão retornaram ao Centro e foram recebidos com muita emoção.

Para a médica geriatra, Mônica Hupsel Frank, diretora do Centro “é importante criar estratégias que reconheçam e valorizem toda dedicação das servidoras e dos servidores da saúde que, independente da área de atuação, estão dando o seu melhor para ajudar no enfrentamento desta pandemia”. A geriatra enfatizou a criatividade como forma de acolhimento, “nosso objetivo é inovar a cada equipe que retornar às atividades na Unidade”, concluiu a médica.

O Creasi preparou cortina do abraço, painel com o Creasi escrito com o nome de todos os colaboradores da Unidade, área de trabalho dos computadores personalizada com campo de futebol e camisas 10 representando cada profissional, instalação para homenagear a equipe e cada coordenação realizou uma atividade específica para os profissionais que retornaram. “É uma alegria receber a equipe de volta, conversar sobre o que o Creasi está fazendo nesse momento e como serão as atividades a partir de agora”, concluiu Flávia Simões, coordenadora da Coordenação de Ambulatórios Especializados (CAE).

Além das ações desenvolvidas, foi implementado o “Se Achegue…” um espaço de escuta, no qual os servidores que retornaram e, também, os que permaneceram no Creasi podem conversar, interagir e trocar experiências sob a mediação do médico psiquiatra Walmir José da Silva Filho, da psicóloga Carla Wirz, com o apoio da Comissão Local de Humanização (CLH) e do Serviço Integral de Atenção À Saúde do Trabalhador (SIAST) que também distribuiu informativo com orientações de biossegurança, cuidados na utilização do refeitório e canetas personalizadas com alerta para o não compartilhamento de objetos pessoais.

Sorrisos, abraços, carinho e pertencimento

Arrancando sorrisos e lágrimas, a cortina do abraço fez os trabalhadores e trabalhadoras compartilharem algo que não faziam há meses; e foi uma emoção! “Poucos momentos que vivenciei ao longo dos meus quase 26 anos de SUS, me deixaram tão emocionada. O abraço representa conforto, gratidão e amor. Esse período tem nos demandado novos desafios e foi muito importante poder abraçar novamente pessoas queridas”, disse Delúcia Alves, enfermeira que atuou na vacinação dos trabalhadores da saúde e, atualmente, está assumindo as suas atividades na Coordenação de Ambulatórios Especializados e desenvolvendo atividades para o Centro de Testagem.

A ambientação da Unidade foi um diferencial aos olhos dos trabalhadores. A instalação de camisas 10, com o nome dos profissionais que estiveram no Fazendão e frases “ÔÔÔ o Fazendão voltou!”, “Esse time bate um bolão…”, agradecendo pela dedicação também fez sucesso. “Quando cheguei foi uma surpresa. Saímos daqui para assumir novos desafios, sabendo que iríamos voltar. Mas, não sabia como seria esse retorno e o que eu encontraria. Foi muito acolhedor receber todo esse carinho. Senti a saudade que todos sentiram e a felicidade com o nosso retorno”, falou Nauana Novais, enfermeira que agora atuará no telemonitoramento dos pacientes do Creasi.

O Creasi escrito com o nome de todos os profissionais, fixado na Praça 03, da Unidade, foi destaque. “Ao ver o Creasi repleto de nomes na parede, fui buscar o meu lugar e encontrei. Uma sensação de pertencimento”, ressaltou Walmyra Monteiro, ouvidora da Unidade, que associa suas funções de ouvidora com a comunicação dos resultados aos servidores que realizaram exame para detecção de Covid-19.

Ascom Creasi

Notícias relacionadas