Notícias /

Paciente do Hospital Regional Costa do Cacau recebe alta e agradece cuidados recebidos na Unidade Covid-19

31/08/2020 15:19

Foram cerca de 30 dias de batalha que João de Barros Conceição travou contra o novo coronavírus. No último dia 25 de julho, o paciente chegou à unidade Covid do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, com a oxigenação baixa, seguindo direto para Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A família de João de Barros relata que foram momentos de ansiedade, angustiantes, mas principalmente, de muita fé e orações, onde pediram o restabelecimento da saúde de seu ente querido.

No dia 8 de agosto, para felicidade e alívio de todos, o paciente saiu da UTI e foi para enfermaria, onde recebeu a assistência completar para sua recuperação. Finalmente, na última segunda-feira (24), chegou o momento tão esperado: o paciente teve alta hospitalar e agora está em casa, no convívio familiar.

Feliz por estar em companhia da família, João de Barros Conceição fez um agradecimento especial para a equipe do HRCC. “Oi pessoal do Costa Cacau, onde fiquei internado por trinta dias, o atendimento foi excelente. Só tenho a agradecer médicos, enfermeiros e a todos daí que me atenderam. Estou em casa, bem, graças a Deus e obrigado por tudo”, disse.

De acordo com a enfermeira Débora Santana, coordenadora da Enfermaria da Unidade Covid do HRCC, o trabalho em equipe vence batalhas, isso acontece devido ao modelo de gestão implementado no hospital, que prepara os profissionais para realizar um atendimento de qualidade total.

“Nossa equipe está preparada para dar esse suporte, acolhimento ao paciente, que vem tão carente e inseguro com esse desconhecido vírus. A ciência vem estudando a Covid-19 há um bom tempo e ainda não tem um tratamento fixo, padrão. Cada paciente evolui de um jeito. Dessa forma, nós intensificamos o acolhimento individualizado de forma técnica, precisa, também carinhosa e humanizada”, informou.

A coordenadora também ressaltou a importância do trabalho da equipe multifuncional, com mesmo objetivo e sintonia, em busca da alta hospitalar do paciente por cura, alta melhorada. “Temos treinamentos diários, interagimos o tempo inteiro, coordenação com a equipe multidisciplinar, fazendo esse link de diálogo para que todos tenham o mesmo objetivo e missão para o paciente, que é alcançar alta por cura. Outra ferramenta importante que temos é a chamada de vídeo de paciente com familiares, isso é muito importante para o psicológico da pessoa, porque trabalhando o psicológico desse paciente, o sistema imunológico dele também melhora consideravelmente”, relatou.

Débora Santana sinaliza que a intensificação da humanização é muito importante para o acolhimento do paciente. “Tenho muito orgulho de toda a equipe, do IBDAH, do HRCC, em especial minha ala, temos muita sintonia, abraçamos a causa da assistência humanizada e eficiente e colocamos em prática tudo aquilo que aprendemos diariamente, através de treinamentos. Temos processos de trabalho, o médico faz uma prescrição e a medicação tem que ser administrada na hora correta, então o tratamento só é valido quando todos estão inseridos no mesmo processo de trabalho”, concluiu.

Ascom do Costa do Cacau

Notícias relacionadas