Notícias /

Educação Permanente como instrumento de fortalecimento da rede de Atenção Psicossocial

02/09/2020 09:30

A Diretoria de Gestão do Cuidado (DGC), por meio da Área Técnica de Saúde Mental (ATSM), está atuando com vistas à implementação e fortalecimento da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) em tempos de pandemia, sendo uma de suas ações o investimento no processo de Educação Permanente, de grande relevância para a efetividade do Plano de Desinstitucionalização da Bahia.

Com esse objetivo, realizou recentemente uma Roda de Conversa com profissionais dos Centros de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS ad III) do estado, com a participação de Luciana Rodrigues, coordenadora de CAPS Ad III do município de Aracaju\Sergipe e Maria Conceição dos Santos, Coordenadora de CAPS Ad III do município de Belo Horizonte\Minas Gerais.

Entendendo a necessidade de continuar investindo no fortalecimento da assistência psicossocial 24 horas no Estado, a ATSM realizou mais Roda de Conversa, no final do mês de agosto, dessa vez com os profissionais dos Centros de Atenção Psicossocial III (CAPS III) baianos. A movimentação de ideias ficou por conta de Pedro Pires, psicólogo de um CAPS III do município de Aracaju\Sergipe e Sandrina Indiani, apoiadora institucional de saúde mental do município de Campinas\São Paulo.

Visando atingir o público de profissionais que atuam no cuidado a crianças e adolescentes, a DGC/ATSM esteve como um dos parceiros de duas Rodas de Conversas com os CAPS infanto-juvenis da Bahia, realizadas pelo Projeto Emergencial de Extensão: Pensar Junto, Fazer Com e do Projeto Brincando em Família, do Instituto de Psicologia da UFBA. Também aconteceu, recentemente, a Roda de Conversa intitulada como “Cuidado na Atenção Psicossocial às Crianças e Adolescentes no Contexto da Pandemia”, com os psicólogos e professores universitários Emiliano Camargo David e Vládia Jucá, e o encontro “Peculiaridades da Clínica e do Cuidado à Crianças e Adolescentes e Sofrimento Psíquico”, com o psicólogo e psicanalista Luiz Mena.

Para os profissionais da área de Saúde Mental da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), esses encontros, por meio de estratégias virtuais, possibilitaram um grande avanço nas ações de Educação Permanente em saúde mental da Sesab, proporcionando um importante espaço de trocas de saberes para 350 profissionais dos serviços de saúde mental da Bahia e referências técnicas de saúde mental de Núcleos Regionais de Saúde (NRS), que continuarão desenvolvendo o papel de multiplicadores em Saúde Mental, auxiliando no processo da Reforma Psiquiátrica da Bahia em tempos de Pandemia.

Notícias relacionadas