Notícias /

Equipe do HGRS apresenta quatro trabalhos sobre Parkinson em congresso internacional

07/10/2020 16:36

Quatro trabalhos desenvolvidos no Ambulatório de Transtornos do Movimento e Doença de Parkinson do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) foram apresentados no último congresso da Sociedade Internacional de Parkinson e Transtornos do Movimento (MDS). O evento – que, neste ano, foi realizado no formato online – aconteceu de 12 a 19 de setembro.

As pesquisas foram conduzidas pela fisioterapeuta Lorena Rosa Almeida e pelo médico neurologista Guilherme Valença – coordenadores do ambulatório. “Nos que foram coordenados por mim, apresentamos dados sobre preditores de quedas com consequências adversas em pessoas com Parkinson e resultados inéditos sobre a validação de uma escala para rastreio do risco de quedas em pessoas com Parkinson, com base no autorrelato do indivíduo, o que é particularmente útil durante a realização de atendimentos remotos”, explica Lorena, que acrescenta: “esse estudo, desenvolvido no ambulatório do HGRS, foi feito em parceria com pesquisadores da Universidade de Sydney, na Austrália, e da USP [Universidade de São Paulo]”.

Os trabalhos coordenados por Guilherme Valença foram frutos, também, da orientação de alunos da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP), com a colaboração do neurologista Gabriel Xavier. Uma das pesquisas concluiu que a fadiga, sintoma não motor muito frequente na doença de Parkinson, estava associada a alterações do sono e depressão, enquanto a outra analisou a frequência dos transtornos do controle dos impulsos e comportamentos relacionados, que podem impactar de forma negativa a qualidade de vida dos pacientes. Os resumos podem ser encontrados em https://onlinelibrary.wiley.com/toc/15318257/2020/35/S1.

Capítulo de livro internacional

A dupla de coordenadores também foi a responsável pelo capítulo “Recurrent falls in people with Parkinson’s disease” (Quedas recorrentes em pessoas com doença de Parkinson, em português), parte do livro “Diagnosis and Management in Parkinson´s disease” (Diagnóstico e Tratamento da Doença de Parkinson), que foi organizado por editores britânicos e lançado no último mês de setembro. O conteúdo foi escrito por Lorena, em parceria com Guilherme e com Serene Paul, fisioterapeuta da Universidade de Sydney, Austrália.

“As quedas têm alta prevalência em pessoas com Parkinson e, nesse capítulo, abordamos as suas consequências, a relação entre equilíbrio e mobilidade, os fatores de risco e a predição de quedas recorrentes, além de intervenções, baseadas em exercícios em farmacológicas, que investigaram prevenção de quedas ou que demonstraram eficácia na redução do número de quedas nessa população”, detalha Lorena Rosa Almeida. Informações sobre o livro estão disponíveis em https://www.elsevier.com/books/diagnosis-and-management-in-parkinsons-disease/martin/978-0-12-815946-0.

Notícias relacionadas