Notícias /

HGRS sedia cirurgia gravada em 360º, inédita no mundo

24/11/2020 16:18

Maior hospital do Norte-Nordeste, o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) foi palco da primeira cirurgia gravada em 360 graus do mundo. A ação foi conduzida pelo urologista Fábio Sepúlveda, para transmitir um procedimento para tratamento de cálculo renal, e apresentada no Congresso Paulista de Urologia, terceiro maior evento internacional da especialidade, realizado entre os dias 12 e 14 de novembro.

Trata-se, conforme conta o médico, de um projeto inovador para substituir o modelo tradicional de acompanhamento presencial de cirurgias. As ferramentas de realidade virtual e realidade aumentada garantem a experiência imersiva no ambiente, o que proporciona liberdade plena de visão ao espectador.

“A última barreira que faltava ser quebrada na educação médica era a transmissão de conteúdo relativo à técnica cirúrgica, quando, ao se assistir uma cirurgia ao vivo, pode-se obter o máximo da experiência e retenção de conteúdo. No modelo atual, as gravações de cirurgias com o mínimo de edição permitem ter uma noção completa dos tempos do procedimento cirúrgico e subtraem os conflitos éticos amplamente discutidos quando das cirurgias reais ao vivo. Mas o direcionamento da câmera de foco limitado restringe o olhar do espectador ao que deseja o editor, e a experiência final acaba sendo limitada”, explica Fábio Sepúlveda.

De acordo com ele, a liberdade de permitir ao espetador direcionar o olhar para o que lhe interessa (posicionamento do paciente, configuração da sala cirúrgica e dos equipamentos envolvidos e execução dos movimentos do cirurgião, por exemplo) é o que ainda faz despertar o grande interesse do público médico por assistir cirurgias, ao vivo, em formatos presenciais. Fatos que comprovam essas observações são o elevado número de inscritos em workshops com cirurgias ao vivo e listas de espera em eventos regulares desse tipo. Até o momento, não foi validado nem apresentado qualquer formato que permita uma aproximação da experiência de assistir uma cirurgia, ao vivo, em um ambiente virtual.

“Muitas ferramentas de educação continuada na área médica têm sido, gradualmente, transferidas do ambiente presencial para o virtual, e o maior exemplo deste movimento, catalisado pela pandemia da Covid-19, foi a realização dos grandes congressos de especialidades médicas em ambiente exclusivamente online. Aulas e simpósios, hoje, permitem interação direta dos palestrantes com espectadores no ambiente virtual que nada perdem, do ponto de vista educativo, quando comparadas ao modelo presencial”, analisa o urologista do HGRS, que acrescenta: “com a transmissão em 360º, esperávamos um aumento do engajamento de expectadores em ambiente virtual, superando barreiras geográficas e outros limitadores de eventos presenciais. Como foi gravado, o conteúdo produzido poderá ser utilizado em diversos momentos diferentes e constituirá legado permanente”.

Fábio Sepúlveda levou 14 meses para desenvolver e aprimorar a ferramenta VR – Residente Virtual. O projeto é fruto de uma parceria com a empresa baiana XC Filmes, especializada em produção de vídeos.

Para o diretor-geral do HGRS, o anestesiologista José Admirço Lima Filho, o projeto representa um marco para o ensino, pesquisa e assistência pública. “Com a reforma recente do nosso centro cirúrgico, tivemos a oportunidade de ampliar a programação de atividades acadêmicas do Hospital Roberto Santos. Recebemos um equipamento com mais estrutura para realizar esse tipo de evento. Meu desejo, então, é de que aconteça muitas outras vezes e que mais pessoas possam ser impactadas por essas tecnologias em procedimentos de alta complexidade. Ficamos muito felizes de a primeira experiência ter sido em uma cirurgia urológica, especialidade de grande utilidade para a rede Sesab”, comemora.

Repercussão

Urologistas de renome nacional e internacional comentaram sobre a ação. Entre eles a maior autoridade mundial em cirurgia de cálculo renal, o espanhol Jose Gabriel Valdivia Uria, que afirmou nunca ter presenciado tanta beleza e perfeição em um procedimento de endourologia.

A colombiana Catalina Solano, encantada por poder enxergar detalhes tão reais da cirurgia, contou que assistiu duas vezes à gravação. Já o urologista asiático Vineet Gauhar definiu a experiência imersiva como brilhante.

O vídeo da cirurgia está disponível em https://bit.ly/HGRScirurgia360. Para obter o melhor da experiência imersiva, selecione o modo realidade virtual e coloque o seu celular em um óculos de realidade virtual.

 

 

 

Notícias relacionadas