Notícias /

Programa de musicoterapia tem sessão itinerante no Hospital Espanhol

04/12/2020 10:12

O programa A Música Une, do Hospital Espanhol, aconteceu de forma diferente no mês de novembro: de forma itinerante. Desde julho, na última semana de cada mês, acontece uma apresentação musical com banda formada pelos próprios colaboradores que tocam para seus colegas curtirem um som, dançarem e relaxarem, na varanda superior externa da unidade, ao pôr do sol. Na última sexta-feira de novembro (27), a música não ficou estacionada na varanda do Hospital, mas percorreu os seus corredores e visitou os setores, proporcionando surpresa, alegria, descontração e muita emoção.

“Este mês, mudamos o formato do A Música Une, para permitir este momento de cuidado e carinho ao colaborador que fica preso no seu setor e nunca pode assistir a uma apresentação, nos meses anteriores. E, também, para enfatizar que a necessidade do distanciamento permanece. Devemos estar alertas para as aglomerações, que já estão retornando no mundo, de forma indevida. Como um Centro de Tratamento Covid-19, somos exemplo, devemos dar exemplo”, explicou Patrícia Viana, responsável pela Controladoria do Hospital Espanhol e idealizadora do Projeto A Música Une.

Por ser itinerante, a banda não estava completa, mas o dom da música de tocar os corações, promover interação, acolhimento e alegria deu conta do recado, sob o comando do musicoterapeuta do Hospital Espanhol, Marcos Barbosa.

Elias Nascimento, eletricista de manutenção, encontrou a música itinerante em um dos corredores. “O programa A Música Une é muito bom! Principalmente, em um ambiente em que as pessoas estão precisando de esperança para viver. Ele veio trazer esperança para todos nós”, comentou.

O imprevisto gerou improviso

Numa caminhada, entre um prédio e outro do Hospital, Marcos Barbosa tocava e cantava despretensiosamente, quando pacientes das enfermarias chegaram às janelas. Aquela sessão de musicoterapia não era a que eles costumam ter, nos seus leitos ou nas varandas dos seus andares. Esta foi a surpresa da tarde. “Surpreender e emocionar positivamente é uma das funções da musicoterapia. Hoje, os pacientes nos surpreenderam e nos inspiraram para mais uma opção do tocar, trocar e integrar: a música na janela”, afirmou o musicoterapeuta.

Seguindo a linha de humanização na área de saúde praticada pelo INTS, o Hospital Espanhol já tem, entre os programas de humanização musical: “Música na Varanda”, “A Música Une” e, agora, “Música na Janela”, nascido do improviso imprevisto que deu certo.

Ascom Hospital Espanhol

Notícias relacionadas