Notícias /

Hospital Materno-Infantil em Ilhéus será inaugurado em abril

13/01/2021 17:30

Com 80% das obras concluídas e entrega prevista para abril, o antigo Hospital Geral Luiz Viana Filho, em Ilhéus, está sendo ampliado e reformado para se transformar em uma unidade materno-infantil que será referência para a alta complexidade. A boa notícia é do secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, que inspecionou a unidade nesta terça-feira (12), acompanhado dos prefeitos Mário Alexandre (Ilhéus) e Augusto Castro (Itabuna).

“São R$ 40 milhões investidos entre obras e equipamentos para ofertar atendimento obstétrico para gestantes de alto risco. Com 105 leitos, a unidade contará com UTI neonatal e pediátrica, além de um moderno centro cirúrgico e obstétrico”, garante o secretário.

O titular da pasta da Saúde ainda visitou o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, e os hospitais de Base Luis Eduardo Magalhães e Manoel Novaes, ambos em Itabuna. “Estamos fazendo uma inspeção na rede de saúde com o objetivo de integrar. Queremos fazer com que tenhamos uma nova história de integração para que possamos obter o máximo dos hospitais de Itabuna e de Ilhéus”, ressalta Vilas-Boas.

O prefeito Mário Alexandre demonstrou otimismo sobre a união de Ilhéus com o município de Itabuna para o fortalecimento da saúde regional. “A ampliação de 80 leitos do Hospital Costa do Cacau ainda este ano vai melhorar a qualidade do atendimento da alta complexidade. Nossa região também ganha muito com o hospital materno-infantil em Ilhéus, sendo referência regional. Além disso, com mais 5 postos de saúde que serão construídos na nossa cidade, vamos aumentar nossa cobertura da atenção básica de 56% para 75%, o que vai melhorar a saúde do nosso povo e ajudar a desafogar a demanda ambulatorial do HRCC”, informou.

Já o prefeito de Itabuna, Augusto Castro, destaca que a tendência é unificar forças. “Ilhéus e Itabuna são polos de comércio, turismo e prestação de serviços na área de saúde. Vamos unificar forças na atenção básica e especializada, com Itabuna avançando na área de trauma e fortalecendo a nefrologia, neurologia e cardiologia, enquanto Ilhéus será referência regional para a obstetrícia de alto risco, atendendo gestantes de toda a região”, ressalta.

Notícias relacionadas