Notícias /

Paciente puérpera internada por Covid-19 vê filha pela primeira vez em ação de humanização do HPEL

23/04/2021 17:22

Sentir os filhos nos braços, sobretudo pela primeira vez, representa emoção indescritível para as novas mães. Impossibilitada deste gesto devido à Covid-19, a paciente Taiane Silva foi surpreendida pela Comissão de Humanização do Hospital Professor Eládio Lasserre (HPEL), em Salvador.

A equipe lançou mão de cartazes e vídeo chamadas para aproximar mãe e filha recém-nascida. “Como ela não teve oportunidade de conhecer a filha na maternidade, fizemos cartazes com as fotos da filha dela, para ela lembrar que fora do hospital tinha uma filha aguardando a mãe. Foi extremamente emocionante ver que, através de ligações e fotos que mostrávamos, a mesma resgatava forças para superar o momento de internação”, contou a enfermeira Márjorie Lavínia, idealizadora da ação.

Enquanto esteve internada, Taiane contou com assistência multiprofissional. “Eu sou muito grata a vocês! Minha filha ficou nas mãos uma equipe muito boa e Deus deu sabedoria aos médicos para lidarem com a situação dela”, relatou a mãe de Taiane, Elisinalva Silva.

De acordo com o coordenador médico Lucas Souza, a paciente Taiane teve êxito na recuperação e já recebeu alta. Para a fisioterapeuta Ana Paula Freitas, ficou a sensação de dever cumprido. “Estivemos todos juntos em prol da sua recuperação e a sua tão sonhada alta chegou, nos dando muita alegria e a satisfação do dever cumprido”, concluiu.

Ascom do Eládio Lasserre

Notícias relacionadas