Notícias /

CIB define prioridades de vacinação balizada em ciências da saúde

24/04/2021 13:30

A Comissão Intergestores Bipartite da Bahia – CIB – na condição de instância maior de pactuação do SUS no Estado, vem contestar o teor da matéria publicada no jornal Correio da Bahia, neste sábado (24), com o título “A Torre de Babel da Vacina”.

Representando o pensamento consensual dos 417 secretários municipais e do governo estadual, a Comissão tem estado à frente da difícil missão de selecionar grupos prioritários dentro de grupos prioritários, para aplicação da escassas doses da vacina contra a Covid-19. O princípio elementar que guia as decisões da CIB é e sempre foi técnico, em essência, baseado nas ciências da saúde. A CIB sempre se moveu pelo interesse maior do usuário do sistema de saúde, jamais permitindo-se permear por quaisquer pressões, sejam elas de ordem social, econômica ou política.

Vale ressaltar que as resoluções da CIB são obtidas exclusivamente mediante consenso, em reuniões que envolvem todos os seus integrantes. Assim, a Comissão manifesta a sua indignação com os termos inadequados utilizados na referida matéria, assim como os exemplos escolhidos para ilustrar interesses de grupos específicos e o teor geral que insinua a existência de privilégios.

Na condição de guardiães do SUS na Bahia, os integrantes da CIB reiteram seu compromisso com o trabalho isento, imparcial e honesto, na defesa da saúde pública baiana.

Notícias relacionadas