Notícias /

UPA de Vitória da Conquista é incorporada ao HGVC

07/05/2021 12:01

Desde que foi inaugurada em Vitória da Conquista, no ano de 2016, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) era gerida indiretamente por uma empresa ligada à Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB). No entanto, em 23 de fevereiro de 2021 foi publicado em Portaria que a UPA seria incorporada ao Complexo Hospitalar de Vitória da Conquista. Assim, a UPA deixou de ter autonomia administrativa e passou a ser gerida pelo HGVC, integrando-se ao Hospital Geral, ao Afrânio Peixoto e também ao Crescêncio Silveira – todos eles sob gestão única.

Em fevereiro, com a despublicização da UPA e o encerramento do contrato com a empresa, a Unidade passou a compor a gestão direta Sesab. E a partir do dia 7 de maio, essa gestão passará a ser efetiva, de forma que a Secretaria de Saúde do Estado assumirá, inclusive, os recursos humanos da UPA.

É importante salientar para a população de Vitória da Conquista e região que a UPA vai continuar a atender da forma habitual. Não haverá hiato na assistência durante esse período de transição. No decorrer dos próximos dias, as adaptações serão sucedidas de forma gradativa, sempre com o intuito de melhorar e qualificar a assistência. Neste momento, ainda estão ocorrendo reuniões para que esses fluxos sejam definidos de forma que a comunidade possa ser melhor atendida.

De acordo com o diretor geral do Complexo Hospitalar, Geovani Moreno, “a intenção é oferecer um serviço de melhor qualidade, reduzindo o tempo de atendimento, qualificando melhor o direcionamento dos pacientes para os diversos especialistas e oferecendo, principalmente, ao usuário do SUS que procura uma das duas unidades um atendimento rápido e na medida da sua necessidade”.

Essa adesão será interessante para a população em relação aos trâmites dos processos de regulação. A partir do momento em que a UPA passa a compor o Complexo do HGVC, não haverá mais a necessidade do processo de Regulação entre as duas Unidades, pois, efetivamente, o paciente que estiver dentro da UPA estará sob a atenção do próprio HGVC. As avaliações dos diversos especialistas poderão acontecer de maneira mais dinâmica. Isso vai representar, logo de início, uma melhora na qualidade do atendimento aos usuários.

A UPA de Vitória da Conquista é do Porte 3. Isso significa que se trata de uma unidade mais complexa, que está preparada para atender pacientes com perfil de pronto atendimento. Essa categoria de UPA é desenhada para um tipo de paciente mais simples, mas também está estruturada para atender ao usuário mais grave, sendo composta pela Sala Vermelha, que oferece condições avançadas de prestar um atendimento ao paciente de alta complexidade até que ele possa ser removido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A UPA tem um papel imprescindível na área de urgência e emergência da rede assistencial da região Sudoeste. Hoje, não há como conceber um plano de urgência e emergência na nossa região que não tenha uma UPA, ou seja, ela veio para expandir essa atuação numa rede que precisa ser fortalecida a cada momento.

Portanto, a UPA tem um papel crucial que é encarado como um grande desafio na gestão, mas entende-se que é possível potencializar e também fortalecer essa rede para fazer com que todos os pacientes da região sejam melhor encaminhados.

Ainda que o paciente não seja direcionado inicialmente para a UPA, o fato de a unidade fazer parte do complexo e estar geograficamente próxima ao HGVC representará um complemento forte à porta de entrada, pois será possível dividir de maneira mais clara para a comunidade qual perfil será atendido na UPA e qual será atendido no pronto-socorro do HGVC. Isso diminui o tempo de atendimento, melhora o acesso do usuário, reflete na qualidade do atendimento e salva vidas.

Fonte: Ascom UPA de VConquista

Notícias relacionadas