Notícias /

Sesab determina interrupção temporária de aplicação da vacina da Astrazeneca em gestantes

13/05/2021 12:07

Em atendimento à orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária e ao Programa Nacional de Imunizações, a Secretaria de Saúde da Bahia determinou a interrupção temporária da vacinação de gestantes e puérperas com a vacina contra Covid-19 fabricada pela AstraZeneca/Oxford/Fiocruz. Além disso, orienta também a interrupção temporária da vacinação de gestantes e puérperas sem comorbidades, independente do tipo de imunizante.

A vacinação de gestantes e puérperas com comorbidades deverá prosseguir com as demais vacinas contra Covid-19 em uso no país, visto que o perfil risco/benefício da vacinação neste grupo é altamente favorável (Sinovac/Butantan e Pfizer). Para vacinação de gestantes e puérperas com comorbidades, a mulher deverá comprovar a condição de risco (comorbidade) por meio de exames, receitas, relatório médico, prescrição médica.

Em relação ao cumprimento do esquema vacinal para as gestantes que já foram vacinadas com a primeira dose, orientações detalhadas serão emitidas em Nota Técnica pelo Programa Nacional de Imunizações.

Fonte: Divep/Suvisa

Notícias relacionadas