Notícias /

ESPBA firma parceria com startup para qualificação de profissionais de saúde

31/05/2021 16:23

O curso “Uso racional de sedação, analgesia e BNM em pacientes com COVID-19” ,elaborado pela startup Sanar para o enfrentamento da pandemia, recebe agora o apoio da Escola de Saúde Pública da Bahia (Espba/ Superh). A ideia é ampliar a adesão dos profissionais da saúde do Estado da Bahia, com o objetivo de melhorar o desempenho e contribuir no tratamento de pacientes com a forma grave da doença.

Liderado pelo médico pneumologista Felipe Marques, especialista em Terapia Intensiva pela Faculdade de Medicina da USP, o curso conta com uma equipe multidisciplinar, envolvendo médicos e fisioterapeuta especialistas em anestesia e emergência. A formação é voltada para profissionais da saúde que ainda tem pouca experiência em urgência e emergência e estão atuando nesta área diante da pandemia.

Além de estimular o uso racional dos medicamentos, através de boas práticas baseadas em evidências científicas, bem como reduzir o risco de falta de sedação adequada para pacientes da forma grave da Covid-19, o conteúdo é baseado na resolução de casos clínicos com perguntas e respostas, trazendo informações rápidas e decisivas para o melhor uso dos medicamentos e realização dos procedimentos.

Podem se inscrever no curso médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, estudantes e todos que estão envolvidos de alguma forma no ambiente das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). As inscrições devem ser feitas em http://sanar.link/cursosedoanalgesiacovid, com o preenchimento do formulário. O aluno receberá o link e dados para acesso às aulas por e-mail.

O curso “Uso racional de sedação, analgesia e BNM em pacientes com COVID-19” tem carga horária total de 3h, divididos em 3 vídeo-aulas (1h cada), online e totalmente gratuito. A certificação será realizada de forma conjunta pela Sanar e pela ESPBA.

Fonte: ESPBA

Notícias relacionadas