Notícias /

Laboratório do Cedeba funciona com 100% da sua capacidade

20/07/2021 15:00

“Gostaria de ser tratada  em todos os lugares como sou aqui”. O reconhecimento é de Fátima Rosário Conceição da Silva, 56 anos, ao ser atendida pela recepcionista do Laboratório do Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba). Fátima fazia tratamento da tireoide e, de pré-diabética, desenvolveu diabetes de difícil controle, que exige uso de insulina, depois de ter Covid-19, no ano passado.

A  satisfação de Rosário é comum aos usuários do Cedeba e está bem evidente agora que o Laboratório voltou a funcionar com 100% da sua capacidade, desde a última segunda-feira (19). E, entre os usuários, há aqueles que são acompanhados há muitos anos, como Carla Silva Laerte Lago, 44 anos. “Sou do tempo em que o Cedeba funcionava  no Rio Vermelho. Aos 20 anos tive Diabetes Gestacional, permanecendo diabética”.

Os cuidados

A volta do funcionamento pleno do Laboratório está sendo feita  com os cuidados sanitários exigidos para a prevenção da Covid-19, e o distanciamento entre os usuários está sendo observado. Para isso, foram estabelecidas duas turmas para a coleta: às 7 horas e às 8 horas.

O funcionamento pleno do laboratório, segundo a diretora do Cedeba, Reine Chaves Fonseca, é muito importante, “porque há necessidade de acompanhar com exames laboratoriais, com menor frequência, pacientes crônicos, além do controle glicêmico daqueles que fazem uso de análogos de insulina e precisam cumprir as metas de redução da glicemia, avaliação que é dada pelo exame de hemoglobina glicada”.

Retorno

O retorno das atividades presenciais no Cedeba  vem sendo feito com muito cuidado. Segundo Jamile Neves, coordenadora da Comult – Coordenação Multiprofissional, as consultas de Enfermagem, Nutrição e Fisioterapia são feitas de forma casada com as consultas médicas. Atualmente, acontecem 70% de forma presencial em geral, mas de 100% na Pediatria.

No início do retorno das consultas presenciais, a prioridade foi para os usuários da capital, mas, para os pacientes do  interior que já voltaram a contar com  transporte para TFD (Tratamento Fora do Domicílio), as consultas presenciais também estão sendo ofertadas. Também no Ambulatório de Diabetes Gestacional, as consultas já são 100% presenciais, dada a necessidade.

Na Farmácia, cujo atendimento  nunca foi suspenso durante toda a pandemia, a fim de garantir o tratamento dos pacientes, o fluxo do atendimento mantém-se em 30%  pela manhã – turno que  tem maior presença de usuários nós consultórios – e 70% à tarde.

De acordo com a diretora do Cedeba, “apesar de os indicadores sinalizarem a redução dos casos da Covid-19, continuamos seguindo as normas sanitárias para preservar a saúde dos nossos usuários e colaboradores”.

Ascom do Cedeba

Notícias relacionadas