Notícias /

Palestra orienta sobre procedimentos adequados com o doador de órgãos no Hospital Regional Costa do Cacau

22/09/2021 15:09

A Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) promoveu um encontro, na última quinta-feira (16), para orientar a abertura de protocolo de morte encefálica, seus requisitos e a comunicação com a família do doador. A iniciativa partiu diante da necessidade de informar médicos recém-chegados, residentes e alunos de medicina sobre este procedimento, assegurou o enfermeiro Wagner Campos, coordenador da comissão.

Na ocasião, o enfermeiro disse que fez o convite para duas médicas, consideradas ideais para falarem sobre o assunto. “No primeiro momento, a dra. Daniella Bernardes abordou sobre o suporte ao potencial doador de órgãos na UTI, que envolve questões da manutenção vital e o acompanhamento desse paciente, porque ele pode ser um doador que a família pode autorizar a captação de órgãos”, disse o enfermeiro.

Em seguida, a dra. Mayala Thayrine Oliveira fez a abordagem: Protocolo de Morte Encefálica: Do conceito à comunicação da família, comunicou o coordenador da CIHDOTT. “A médica falou do passo a passo de como fazer uma abertura do protocolo de morte cerebral, quais os pré-requisitos para abrir esse protocolo, fundamental para conhecimento dos participantes”, destacou Wagner Oliveira.

A atividade contou com o apoio da enfermeira Adrielle Acássia, do Núcleo de Educação Permanente em Saúde (NEPS), durante o andamento das palestras. A sala para o evento foi ornamentada em parceira entre a CIHDOTT e o Serviço Social, foram utilizadas cores em referência ao Setembro Verde, mês de campanha de conscientização para doação de órgãos.

Ascom do Costa do Cacau

Notícias relacionadas