Notícias /

Hospital Regional Costa do Cacau promove ação do Setembro Vermelho e médico esclarece sobre marcapasso

29/09/2021 10:35

Na última quarta-feira (22), a equipe de profissionais que atua no Ambulatório do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, orientou pacientes e acompanhantes sobre os riscos das doenças cardiovasculares. A atividade aconteceu na sala de espera do setor e integra parte do Setembro Vermelho, mês de campanha que alerta para doenças do coração.

De acordo com a enfermeira Priscila Assis, do Ambulatório do HRCC, durante a ação foi ressaltada a importância de se estabelecer hábitos de vida mais saudáveis. “Falamos para o público sobre as estatísticas das doenças cardiovasculares, todos os fatores de riscos e hábitos que podem ser modificados que resultem benefícios à saúde do coração”, disse.

O médico cardiologista do HRCC, Décio Cardoso, aproveitou a oportunidade deste período para lembrar que o dia 23 de setembro é a data comemorativa do portador do marcapasso. “Geralmente, pacientes com indicação para implante deste dispositivo apresentam três sintomas básicos mais frequentes: tontura, desmaio ou crise convulsiva”, explicou.

De acordo com o especialista, a doença acomete o sistema elétrico do coração. “Existem várias doenças, a principal é de chagas, também tem a coronariana que pode manifestar na forma de lesão dos fios elétricos do coração, tornando o batimento cardíaco lento, essas são as principais causas de indicação para implantes de marcapasso”, disse Décio Cardoso.

O médico esclareceu que existe uma campanha denominada ‘tome uma medida de pulso’ para verificar a frequência cardíaca de forma simples. “Com um exame básico onde se coloca o dedo na face medial do antebraço podemos contar os batimentos, se estiverem abaixo de 40 por minuto é indicativo para procurar o médico, pode ser fator de risco que necessite do implante de marcapasso para regular as batidas cardíacas”, alertou.

Décio Cardoso informou que existem os marcapassos provisórios e permanentes. “O provisório pode reverter a causa da lentidão dos batimentos, sendo retirado posteriormente. Já o dispositivo definitivo fica permanente no paciente, necessitando de acompanhamento médico especializado pelos menos duas vezes ao ano”, assegurou.

Saúde do coração – Dia 29 de setembro é o Dia Mundial do Coração, para o cardiologista, prevenir as causas das doenças é fundamental com exames preventivos, como o checkup periódico. “Também é importante buscar o controle da pressão arterial, controlar a obesidade, evitar o sedentarismo e alguns hábitos como o tabagismo, entre outras atitudes que prejudiquem a saúde”, orientou Décio Cardoso.

Ascom/HRCC

Notícias relacionadas