Notícias /

Setembro Verde: Hospital do Subúrbio realiza campanha de sensibilização

30/09/2021 17:15

No mês de incentivo à doação de órgãos – Setembro Verde, o Hospital do Subúrbio (HS) promoveu ação interna para conscientizar e estimular profissionais, pacientes e familiares a refletirem sobre o tema. Com o slogan “Dê asas a esta campanha”, o movimento contou com painel decorativo instalado no hospital para o público tirar fotos e se unir à causa. Visitas também foram feitas aos setores, com realização de jogo educativo e distribuição de brindes com mensagens sobre a doação de órgãos e tecidos.

A iniciativa partiu da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do HS, que organiza rotinas e protocolos para possibilitar o processo de doação, interagindo com as equipes do hospital para identificação e captação de potenciais doadores para fins de transplante. “A ideia foi sensibilizar os profissionais, pacientes e familiares quanto à importância de se falar sobre o tema, promovendo interação entre as equipes, treinamento e esclarecimentos”, afirmou Fabiana Alves, coordenadora do Serviço Social e integrante da CIHDOTT/HS.

Há 4 anos, quando esteve internado no HS, William Nepomuceno, de 29 anos, descobriu que sofria de insuficiência renal crônica. Já inscrito na fila de transplantes de doador falecido, soube após um exame de compatibilidade, em 2020, que poderia receber o rim da sua prima Laís, que se ofereceu para ser doadora. Em 19 de maio deste ano, William passou pelo procedimento; foi um dos sete transplantes de rim intervivos realizados na Bahia em 2021. “O meu sentimento foi de pura gratidão, algo que eu não consigo descrever. Também me veio um sentimento de esperança, de que dias melhores estão por vir. Me sinto com um novo futuro e novas perspectivas. Desejo, do fundo do coração, que outras pessoas possam provar desse mesmo sentimento”, contou William.

Até agosto deste ano, foram realizadas na Bahia 68 doações de múltiplos órgãos e 261 de córnea. Desse total, quatro doações de múltiplos órgãos e nove de córneas ocorreram no Hospital do Subúrbio. Dados da Central de Transplantes da Bahia apontam que mais de 2.200 pessoas aguardam por um transplante no estado, sendo que 1.282 estão na fila de espera por rim, 14 por fígado e 931 por córnea. Segundo a Central de Transplantes, 20% das recusas para a doação de múltiplos órgãos têm como motivo a falta de consenso entre os familiares do paciente que foi a óbito. Diante dessa realidade, a campanha do Setembro Verde enfatiza, todos os anos, a importância de avisar a família sobre o desejo de ser um doador.

Ascom/HS

Notícias relacionadas