Notícias /

Escola de Saúde Pública participa de seminário sobre formação da enfermeira obstétrica promovido pelo HGRS

21/10/2021 17:40

A Escola de Saúde Pública da Bahia (ESPBA/SUPERH), representada pela Coordenação de Integração da Educação e Trabalho na Saúde (CIET/ ESPBA), participou na última quarta-feira (20) da mesa redonda “Avanços e desafios para a formação profissional”. O espaço de diálogo aconteceu durante o seminário “Avanços e desafios na formação da enfermeira obstétrica”, organizado pelo Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) para profissionais, residentes e estudantes de enfermagem.

A disponibilidade de campo para prática formativa foi a pauta apresentada pela coordenadora da CIET/ESPBA, Joseane Bonfim. Na ocasião, ela resgatou a atribuição da Escola de Saúde Pública da Bahia no que se refere à responsabilidade pelo ordenamento e a regulação da oferta de processos educativos, explicando como se realiza o acesso das Instituições de Ensino Superior ao cenário de ensino-aprendizagem da rede SUS/Sesab, pontuando os avanços e desafios inerentes ao processo de regulação dos técnicos de nível médio da graduação e da pós-graduação.

Referente à inovação, a representante da ESPBA apresentou a conformação do Sistema de Gestão de Estágios Obrigatórios (SGEO) como uma grande mudança no processo de regulação, trazendo transparência, equidade e democratização do acesso dos graduandos ao campo de prática e estágio da rede SUS/Sesab.

Além do tema apresentado pela Escola, a mesa redonda contou com a participação da diretora-geral da maternidade Tsylla Balbino, Rita de Cássia Calfa, que discorreu sobre “Gestão de maternidade e sua importância para a inserção da residência em enfermagem obstétrica”; da coordenadora do curso de pós-graduação em urgência e emergência da Faculdade Santíssimo Sacramento, Simone Oliveira, que abordou o tema “Ética no cuidar, humanização da assistência e ensino-aprendizagem: como estes conceitos dialogam?”; e, da coordenadora e tutora de três programas de residência do HGRS, Márcia Fernandes que tratou sobre a “Formação da enfermeira obstetra na perspectiva da interdisciplinaridade”.

Ascom/SUPERH/ESPBA

Notícias relacionadas