Notícias /

Novembro Azul: Ação no Hospital do Subúrbio reforça prevenção do câncer de próstata

05/11/2021 12:00

Esclarecimentos sobre o diagnóstico do câncer de próstata, principais sintomas da doença e dicas de prevenção fazem parte da ação promovida pela Medicina do Trabalho do Hospital do Subúrbio (HS), que ocorre durante esta semana na campanha Novembro Azul. A iniciativa integra a 11ª Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT) do hospital, com um espaço dedicado à conscientização dos profissionais da instituição sobre a importância de adotar um estilo de vida saudável por meio de uma alimentação balanceada, da prática de exercícios físicos e consultas regulares ao médico.

“O homem, de um modo geral, tem dificuldade de parar para cuidar da saúde. O câncer de próstata é cruel e traiçoeiro. Quando o homem começa a sentir os sintomas significa que já está em estágio avançado”, alerta a técnica de Enfermagem do Trabalho, Iris Dias. Ela explica o objetivo da ação: incentivar os homens a se cuidar e orientá-los com informações valiosas sobre a realização do exame clínico (exame de toque retal) e a dosagem sanguínea do PSA (antígeno prostático específico). O exame preventivo deve ser feito anualmente a partir dos 50 anos de idade. Para aqueles que têm histórico de câncer de próstata na família, a indicação é realizar o exame a partir dos 40 anos.

A médica do Trabalho Fernanda Serrão destaca que a realização de ações do Novembro Azul no hospital é uma forma de intensificar a campanha de combate ao câncer de próstata junto aos colaboradores do sexo masculino, levando à conscientização deste público sobre os cuidados com a saúde, além de quebrar o tabu relacionado à doença, que muitas vezes atrapalha o diagnóstico. “Esta ação é de suma importância para mostrar aos nossos colaboradores que vidas podem ser salvas com exames simples e eficazes”, relata Dra. Fernanda.

Embora novembro seja o mês escolhido para reforçar o tema dos cuidados com a saúde masculina, tendo em vista a prevenção contra o câncer de próstata, a técnica de Enfermagem do Trabalho Iris Dias ressalta a necessidade de se discutir a questão com mais frequência. “É preciso falar sobre esse assunto o ano inteiro”, afirma.

Fonte: ASCOM HS

Notícias relacionadas