Classificação de Risco

A classificação de risco é uma ferramenta utilizada nos serviços de urgência e emergência, voltada para avaliar e identificar os pacientes que necessitam de atendimento prioritário, de acordo com a gravidade clínica, potencial de risco, agravos à saúde ou grau de sofrimento. Segue protocolos mundialmente utilizados e deve ser realizada por um profissional devidamente capacitado. Confira no vídeo abaixo uma breve explicação.

 

 

Tipos de classificação

Forma de encaminhamento

Onde ir

Emergência Caso gravíssimo. O paciente necessita de atendimento imediato e possui risco de morte. Hospital
Muito urgente Caso grave. O paciente precisa de atendimento o mais prontamente possível. Hospital ou Unidade de Pronto-Atendimento 24h (UPA)
Urgente Caso de gravidade moderada, não considerada como emergência, pois o paciente possui condições clínicas para aguardar. Unidade de Pronto-Atendimento 24h (UPA) ou Unidade de Emergência
Pouco Urgente Caso menos grave. Exige atendimento médico, mas o paciente pode ser assistido no consultório médico, de forma ambulatorial. Unidade de Pronto-Atendimento 24h (UPA) ou Atendimento ambulatorial em Unidades Básicas de Saúde ou Unidades de Saúde da Família
Não Urgente Caso de menor complexidade e sem problemas recentes. O paciente deve ser atendido e acompanhado no consultório médico, no formato ambulatorial. Atendimento ambulatorial em Unidades Básicas de Saúde ou Unidades de Saúde da Família