Histórico

O Centro Estadual Especializado em Diagnóstico e Pesquisa – CEDAP foi inaugurado em 21 de setembro de 2001. Inicialmente denominado Centro de Referência Estadual de Aids – CREAIDS, vocacionado ao atendimento a pessoas vivendo com HIV/Aids, respondia a uma necessidade social de termos no âmbito da Secretaria da Saúde do Estado um serviço para atendimento ambulatorial multidisciplinar e hospital-dia.

Cinco anos depois, em 2006, através da Portaria Estadual nº 472, o Centro ampliou o seu espectro de atuação, incorporando o atendimento a Infecções sexualmente transmissíveis, realizada anteriormente pelo Centro de Referência em Doenças Sexualmente Transmissíveis (CRE/DST/COAS). Nesta ocasião, os servidores foram transferidos para o CREAIDS e a Administração, unificada.

Em função de uma demanda social e grande mobilização, foi aprovada pela Assembleia Legislativa da Bahia a Lei nº 11.373, de 11 de fevereiro de 2009, que modificou o nome do Centro, passando o mesmo a ser denominado Centro Estadual Especializado em Diagnóstico, Assistência e Pesquisa – CEDAP.

Em 2017, o Centro ampliou oficialmente a sua atuação, incluindo o ambulatório multidisciplinar de atenção à saúde da população transgênero, o qual encontra-se em processo para credenciamento como ambulatório transexualizador.

Em 2018, uma nova mudança ocorreu, com a abertura de ambulatório voltado à Prevenção da infecção pelo HIV, o ambulatório de PrEP (Profilaxia Pré-Exposição).

Em 24 de julho de 2020 o Governo do Estado inaugurou a Unidade de Fígado do CEDAP, localizada em Brotas, ampliando a área de atuação da Unidade, incluindo hepatopatias crônica s virais, metabólicas, auto-imunes e pré e pós operatório de transplante hepático.