Diretoria de Atenção Básica

A Diretoria de Atenção Básica (DAB), situada no Centro Administrativo da Bahia, faz parte da Superintendência de Atenção Integral à Saúde da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SAIS/SESAB) e é responsável pela gestão e coordenação da Política Estadual da Atenção Básica na Bahia (PEAB), aprovada pelo Conselho Estadual de Saúde, em 08 de novembro de 2012.

O acompanhamento da Atenção Básica prestada pelos municípios é realizado pela DAB em parceria com os Núcleos Regionais de Saúde (NRS) e suas Bases Operacionais, sendo ofertado aos gestores municipais: A) auxílio ao planejamento e organização das ações da atenção básica; B) monitoramento e avaliação; C) ações de educação permanente para gestores e profissionais de saúde de acordo com as características e necessidades específicas dos municípios e regiões.

A Diretoria de Atenção Básica é constituída por 4 (quatro) Coordenações:

Coordenação de Apoio e Desenvolvimento da Atenção Básica (COAD): responsável pelo acompanhamento dos processos de gestão regional e municipal da Atenção Básica, por meio do Apoio Institucional, organizado em 9 (nove) equipes, divididas por Macrorregiões de Saúde:

Coordenação de Avaliação e Monitoramento (COAM): tem como objetivo institucionalizar os processos de avaliação e monitoramento da Atenção Básica no âmbito estadual e regional, além de fomentar a incorporação dos processos de avaliação e monitoramento na rotina dos municípios baianos, bem como apoiar os municípios quanto a questões relacionadas ao e-SUS, juntamente como o Núcleo de Telessaúde Bahia.

Coordenação de Gestão e Projetos (COGEP): tem o papel de gerenciar os trâmites administrativos e financeiros que viabilizam a execução dos projetos da DAB em consonância com a legislação vigente e diretrizes do SUS. Além de apoiar os gestores municipais no acompanhamento do Sistema de Monitoramento de Obras (SISMOB) e análise da solicitação de crédito retroativo referente a recursos financeiros do Ministério da Saúde, quando bloqueados.

Telessaúde Bahia – tem como atribuição a oferta de serviços como Teleconsultoria, Segunda Opinião Formativa, Tele-Educação e Telegestão, dirigidos aos diversos profissionais da Atenção Básica com a finalidade de ampliar a resolubilidade e fortalecer a Estratégia de Saúde da Família.