Frentes de Ação Estratégica

A Diretoria de Atenção Básica tem em seu planejamento 05 (cinco) Frentes de Ação Estratégica:

Gestão solidária e fortalecimento regional da Atenção Básica

Abarca o conjunto de estratégias e metodologias de gestão que visam: a incorporação do Apoio Institucional no âmbito estadual, regional e municipal; o debate da Atenção Básica no Estado com participação das equipes de Apoio Institucional nos espaços locorregionais de tomada de decisões; o fortalecimento da participação e do controle social no âmbito da Atenção Básica; e, o desenvolvimento de ferramenta virtual de apoio institucional, educação permanente e aperfeiçoamento da gestão.

Qualificação da Atenção Básica

Apoio e desenvolvimento de ações de Educação Permanente em Saúde na Atenção Básica em consonância com a Política Estadual de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde;
Promoção de ações visando qualificação da infra-estrutura da Atenção Básica através da construção, reforma e ampliação de UBS com recurso estadual e federal, aquisição de equipamentos e informatização das UBS, viabilizando a implantação de prontuários eletrônicos e outras Tecnologias de Informação e Comunicação, a exemplo do Telessaúde Redes Bahia;
Qualificação do processo de trabalho no âmbito da gestão e da assistência visando ampliar o acesso e a resolutividade das ações na Atenção Básica por meio da constituição da Rede de Cuidado Materno-Infantil, Atenção à Urgência, Saúde Mental e Saúde Bucal; fortalecimento da integração da Atenção Básica com a Vigilância em Saúde; incentivo, fomento e apoio para a expansão das equipes de Atenção Básica; fomento à atenção integral e equitativa; e, a valorização das Práticas Integrativas e Complementares.

Provimento e fixação de trabalhadores da atenção básica no SUS-BA

Promoção da desprecarização de vínculos e criação de carreiras para todos os trabalhadores da Atenção Básica, buscando consolidar a Atenção Básica nos municípios, tendo a FESF-SUS como alternativa estratégica para o estabelecimento de plano de cargos e carreira e a desprecarização de vínculo na Saúde da Família no Estado da Bahia.

Financiamento

Buscará estabelecer critérios baseados em indicadores sócio-demográficos e de saúde, com o objetivo de definir faixas para o repasse periódico e diferenciado do Incentivo Financeiro Estadual para todos os municípios que possuem Equipes de Saúde da Família implantadas.

Monitoramento e Avaliação

Contempla a incorporação e disponibilização de novas tecnologias que permitam o acompanhamento geo-referenciado de indicadores e serviços de saúde, além da proposição do uso de indicadores com interface na atenção básica que permitam analisar a situação de saúde locorregional no Estado da Bahia. Através destas ações, pretende-se atingir a institucionalização do monitoramento e avaliação no âmbito dos sistemas de saúde estadual e municipal.