Panorama no Estado – Saúde do Homem

A população masculina no Estado da Bahia apresenta um perfil de mortalidade  que tem como as principais causas de óbitos em homens no período entre 2000 e 2010 as doenças do aparelho circulatório, causas externas de morbidade e mortalidade, e neoplasias conforme tabela abaixo. No ano de 2010 estas causas se repetem apresentando o seguinte percentual: causas externas de morbidade e mortalidade com percentual de 22,55%, seguido de doenças do aparelho circulatório com 20,36% dos casos e neoplasias com percenual de 10,79%.

O maior índice de internações estão relacionadas a são causas externas de morbidade e mortalidade, sendo o agravo à saúde com maior predominância no perfil de morbimortalidade na população masculina.

Os casos de óbito por causas externas vêm apresentando um grande crescimento no estado da Bahia. Nos casos de homicídios o crescimento é bastante relevante, onde em 2000 apresentava um percentual de 17,1% e em 2010 este índice cresceu para 70,9%. Esses dados demostram como o homem se torna cada vez mais vulnerável a situações de violência.

Dentro das neoplasias as que mais acometem os homens são as de próstata, seguidas de traquéia, brônquios e pulmão conforme tabela abaixo:

Principais neoplasias em homens
Causa Próstata Traquéia, brônquios, pulmões Estômago Orofaringe Esôfago
2000 6,3 4,0 4,1 2,7 2,1
2001 5,7 5,0 4,2 2,8 1,9
2002 7,3 4,3 4,5 3,1 2,3
2003 7,1 4,7 4,3 3,3 2,5
2004 7,6 4,9 4,7 2,8 2,7
2005 7,8 5,3 4,8 3,6 2,6
2006 12,1 5,9 5,7 4,2 3,7
2007 12,1 6,5 5,6 3,9 3,2
2008 11,8 6,3 5,2 4,5 3,3
2009 12,4 7,0 5,3 4,0 4,1
2010 13,9 6,9 6,1 4,7 4,4