Panorama no Estado – Saúde do Idoso

O Censo de 2010 registrou a aceleração do processo de envelhecimento populacional, a redução na taxa de fecundidade e a reestruturação da pirâmide etária.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2010), a Bahia apresenta um percentual de aproximadamente 8,2% de sua população composta por idosos. Dos 417 Municípios baianos, mais 50% apresentam percentual acima de 7% de idosos, fato que caracteriza estas localidades como envelhecidas, segundo a Organização Mundial de Saúde.

O Estado da Bahia é o que apresenta a maior extensão territorial na região Nordeste. Assim como os demais estados brasileiros, a população baiana vem passando por um processo de transformação no seu perfil, decorrente da queda na taxa de natalidade associada ao aumento na expectativa de vida. Alguns resultados disso são a redução no ritmo de crescimento e o envelhecimento populacional.

O incremento contínuo da proporção de idosos representa um importante desafio para o processo de elaboração de políticas públicas, já que impõe um conjunto de ações nos mais diversos âmbitos que possam dar conta das demandas específicas deste contingente populacional, dentre as quais está a área de saúde que merece uma atenção especial.