Reabilitação Psicossocial

O componente “Reabilitação Psicossocial” da RAPS é composto por iniciativas de geração de trabalho e renda/empreendimentos solidários/ cooperativas sociais. Além disso, apoia as iniciativas e grupos produtivos formados por pessoas com sofrimento ou transtorno mental e com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas. No Estado da Bahia, 29 municípios (com cerca de 31 Empreendimentos Solidários) foram contemplados recursos financeiros para incentivar tais projetos.

Vale ressaltar que atualmente os Centros de atenção Psicossocial (CAPS) e Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) são fomentadores, articuladores e, muitas vezes, “incubadores” destas propostas. Porém, outros pontos de atenção e a sociedade civil possuem autonomia para estas práticas.

  • Portaria GM/MS nº 132/2012