Notícias /

Autorizada construção de policlínica regional em Simões Filho

12/03/2018 14:16

O governador Rui Costa iniciou a semana autorizando obras e mais investimentos na área da saúde. Em Simões Filho, na manhã desta segunda-feira (12), Rui assinou duas ordens de serviço, uma para a construção da Policlínica Regional Metro Recôncavo Norte e outra para o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS). Para a instalação da policlínica regional serão aplicados cerca de R$ 18 milhões, sendo R$ 5,5 milhões em obras e R$ 12 milhões em equipamentos.

“Hoje foi um dia de importantes anúncios para a saúde, com a autorização para a construção do CAPS e da Policlínica, unidade que também vai atender outros municípios da região e é um equipamento de valorização da atenção básica”, afirmou Rui. Durante o evento, o governador Rui Costa também realizou a entrega de 40 ambulâncias

Policlínica

Uma edificação que já pertencente ao Estado será readequada ao projeto da unidade de saúde. A Policlínica irá atender mais de 900 mil baianos distribuídos entre 15 municípios: Camaçari, Candeias, Conde, Dias D’ Ávila, Lauro de Freitas, Mata de São João, Pojuca, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Saubara, Simões Filho, Santo Amaro, Madre de Deus, Vera Cruz e Itaparica.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, “a unidade deverá estar pronta dentro de oito meses. Aqui, teremos 18 especialidades, além de realização de exames como tomografia, ressonância, entre outros”.

A implantação de mais uma Policlínica faz parte do projeto da gestão estadual para descentralizar os serviços de saúde. Para isso, é criado um consórcio com os municípios interessados e os custos são divididos com o Governo do Estado. Entre os benefícios deste modelo estão a redução de custos operacionais com transporte de pacientes, ganho de escala na aquisição de medicamentos, além de permitir o compartilhamento de médicos e especialistas.

Caps

O Centro de Atenção Psicossocial terá atividades terapêuticas, acompanhamento clínico, atividades comunitárias, atendimento domiciliar, entre outros serviços. O investimento no Caps será superior a R$ 1,5 milhão para a obra e mais R$ 180 mil em equipamentos e mobiliários.

O serviço oferecido na unidade é de atendimento de saúde mental e foi criado para substituir as internações em hospitais psiquiátricos. O Caps irá atender pessoas de todas as faixas etárias que apresentem intenso sofrimento psíquico por conta do uso de crack, álcool e outras drogas.

Secom
Policlínica/Simões Filho

Fotos: Leonardo Rattes

Fonte: Secom

Notícias relacionadas