Diretora do Cedeba destaca a força do sonho coletivo ao receber Comenda 2 de Julho | Sesab
Notícias /

Diretora do Cedeba destaca a força do sonho coletivo ao receber Comenda 2 de Julho

19/04/2018 14:53

O nome da endocrinologista Reine Marie Chaves Fonseca é indissociável de uma história de 24 anos, nascida do sonho de um grupo de profissionais do ambulatório de Endocrinologia do Hospital Geral Roberto Santos, na busca de um novo modelo de assistência ao diabético no serviço público. Sonho por ela capitaneado e ampliado, ao regressar dos Estados Unidos, onde fez o curso de “Fellow” em Endocrinologia. Do sonho nasceu o Centro de Diabetes e Endocrinologia do Estado da Bahia (Cedeba). Nasceu pequeno, enfrentando muitas dificuldades, mas seu crescimento e consolidação foram o passaporte para o reconhecimento internacional.

E a força do sonho foi bem destacada nesta manhã por Reine Chaves Fonseca, ao receber a maior honraria da Assembléia Legislativa da Bahia: a Comenda 2 de Julho, proposta pela deputada Fabíola Mansur e aprovada por unanimidade. No seu discurso de agradecimento, durante a sessão especial, a homenageada citou a mensagem do genial Raul Seixas: “Sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade.”

Sonho continua

Os bons resultados do sonho não demoram a chegar. Em 1995, o Cedeba firmara convênio de cooperação técnica com o Internacional Diabetes Center (IDC), o que culminou na adaptação de protocolos clínicos para atenção programada ao diabetes no Brasil, e, em especial, na Bahia. Referência na assistência a diabetes, obesidade e endocrinopatias, o Cedeba é um dos centros de excelência no Brasil, credenciado pela World Diabetes Foundation (WDF), e que teve o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde (OMS.

A dedicação e o compromisso da homenageada, destacados pela deputada Fabíola Mansur, no seu discurso de saudação, foram ratificadas pelo secretário Estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, que representou o governador Rui Costa na sessão especial. Ele definiu a homenagem como uma “oportuna iniciativa, ao distinguir uma médica da nossa sociedade, merecedora da Comenda 2 de Julho”.

O secretário ressaltou que o Cedeba hoje é o mais importante centro de diabetes e endocrinologia do País, modelo de assistência para países da África, Ásia e da América Latina. E a experiência do Cedeba – pontuou – está sendo levada às policlínicas que estão sendo implantadas na Bahia, dentro da política de descentralização da assistência à saúde no estado.

Nas quatro policlínicas já inauguradas – serão dez até o final do ano – funcionarão serviços de Endocrinologia – os Cedebinhas – para ampliar a assistência ao diabético. Também os serviços de Pé Diabético, que serão implantados em 200 municípios, contarão com a experiência do Cedeba. E mais: o Centro de Hipertensão e Aterosclerose, que será instalado em Salvador, funcionará integrado ao Cedeba.

Saúde pública

As novas iniciativas da Sesab, anunciadas pelo secretário, contribuirão para ampliar a assistência ao diabetes, obesidade e outras endocrinopatias, fortalecendo a saúde pública do Estado da Bahia, que a endocrinologista Reine Chaves abraçou com muito amor, desde o início da profissão.

A força do trabalho da diretora do Cedeba foi ressaltada pela deputada Fabíola Mansur, autora do Projeto de Resolução Nº 2.437/2016, de outorga da comenda 2 de Julho. “Além de grande médica, Dra. Reine é um ser humano inigualável, onde se somam foco, firmeza e fé”

Mergulho na história

A mensagem de agradecimento da homenageada foi um mergulho na história, onde tiveram destaque a população indígena – numa alusão ao Dia do Índio – os heróis da Independência da Bahia, especialmente às mulheres que venceram pela inteligência e coragem, num link com a Comenda 2 de Julho

Reine Chaves Fonseca agradeceu à família, à equipe que com ela sonhou o Cedeba, inclusive as pessoas que já não estão mais no plano terrestre. Também agradeceu a todos os secretários da Saúde que nestes 24 anos confiaram no seu trabalho, no Centro de Referência, inaugurado na gestão do secretário da Saúde, hoje senador, Otto Alencar.

Ascom do Cedeba
Cedeba/comenda1

Notícias relacionadas