Escola Estadual de Saúde Pública (EESP)

A Escola Estadual de Saúde Pública Prof. Francisco Peixoto de Magalhães Netto (EESP) foi criada a partir do Decreto Governamental nº 8.392 de 12 de dezembro de 2002, como integrante da Superintendência de Desenvolvimento de Recursos Humanos (SUPERH), da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB), tendo como principal finalidade desenvolver ações de qualificação, formação e educação permanente para os profissionais do Sistema Único de Saúde.

As ações da EESP são direcionadas à formação dos trabalhadores e gestores do SUS, à reorientação da formação graduada em saúde, bem como para a produção e disseminação do conhecimento científico e tecnológico no campo da saúde pública. A parceria com gestores públicos, instituições de ensino superior e de pesquisa atuantes no Estado tem  permitido à EESP viabilizar a transformação do conjunto de unidades da rede de gestão e de serviços em espaços de ensino, prática e aprendizagem.

Pensando a prática em saúde como impulsionadora da educação permanente, a EESP acredita que a reflexão crítica a partir das atividades cotidianas, a troca de experiências e os conhecimentos produzidos e acumulados no ambiente de trabalho são considerados como base para as ações de qualificação e formação dos trabalhadores, contribuindo para o desenvolvimento de sujeitos críticos e autônomos.