Notícias /

Governo autoriza obras de policlínica para região de Jacobina

14/04/2018 19:25

A construção de uma policlínica regional em Jacobina, no centro norte da Bahia, foi autorizada neste sábado (14). Em visita ao município, o governador Rui Costa assinou a ordem de serviço para o início imediato das obras da unidade de saúde, que irá oferecer atendimento em diversas especialidades para moradores de Jacobina e outras 17 cidades da região.

“Esse equipamento vai trazer uma nova realidade para a saúde pública aqui de todos dos municípios. A policlínica é o lugar que o paciente vai depois de ir ao posto de saúde. Normalmente, no posto, o médico recomenda a consulta com especialista ou a realização de exames, como ultrassonografia, colonoscopia, tomografia computadorizada, ressonância magnética. Mas, na grande maioria das cidades, as pessoas não têm onde fazer esses exames. Agora, nós estamos levando para as regiões da Bahia esses serviços”, explicou Rui.

Ao todo, são 17 policlínicas previstas em todo o estado. Como as demais, a unidade em Jacobina terá 2.848,32 metros quadrados de área construída e receberá investimentos de cerca de R$ 24 milhões, que serão aplicados na construção e na aquisição de equipamentos de ponta para atender, com alto nível, as demandas da população local. Os recursos ainda serão utilizados na compra de micro-ônibus para o transporte de pacientes que moram nos outros municípios integrantes do consórcio público de saúde.

O governador acrescentou que quatro policlínicas já estão em funcionamento em Irecê, Jequié, Guanambi e Teixeira de Freitas, cumprindo o objetivo de regionalizar a saúde na Bahia. Vitória da Conquista, Juazeiro e Salvador, no bairro de Escada, estão com obras de policlínicas em andamento. “Hoje é o grande dia aqui em Jacobina para atender quase 400 mil pessoas. O custeio depois da policlínica pronta será rateado entre Estado e municípios”, disse Rui.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, destacou que a policlínica será um equipamento completo que oferecerá exames de alta complexidade como ressonância magnética e tomografia computadorizada. “Vai ser uma mudança radical na realidade da saúde dessa região”, afirmou.

O equipamento beneficiará moradores de Jacobina, Caém, Caldeirão Grande, Capim Grosso, Mairi, Miguel Calmon, Mirangaba, Mundo Novo, Ourolândia, Piritiba, Quixabeira, São José do Jacuípe, Saúde, Serrolândia, Umburanas, Várzea da Roça, Várzea da Poço e Várzea Nova. Presidente do consórcio de saúde da região, o prefeito de Miguel Calmon, José Ricardo Leal Requião (Cacá), destacou que a policlínica representa “a humanização da saúde, trazendo para perto da gente os serviços que nós utilizávamos apenas na capital”.

Para o motorista Gideanio Nascimento, morador de Jacobina, “a policlínica regional já é uma realidade e estamos muito felizes com essa obra”. A conterrânea dele, a lavradora Josefa Assis, que precisa realizar uma série de tratamentos em outras cidades, garantiu que “com a policlínica em Jacobina, farei meu acompanhamento aqui”.

Hospital Regional de Jacobina

No município, o governador ainda assinou o credenciamento do Hospital Regional Vicentina Goulart no valor de R$3,12 milhões para realização de cirurgias eletivas e disponibilização de leitos de retaguarda. Esse credenciamento auxiliará a reabertura da unidade, o que ampliará a rede de assistência na região.

Secom

 

Notícias relacionadas