Secretaria da Saúde
Comissão Intergestores Bipartite CES SUS

Últimas Notícias

Aberta a Conferência Estadual de Saúde

E-mail Imprimir PDF
Modificar el tamaño de letra:

foto: Leonardo Rattes

Espaço destinado para discussão de propostas que contribuam para implementação das políticas públicas de saúde,  a 8ª Conferência Estadual de Saúde foi aberta nesta segunda-feira (12).  A atividade, presidida pelo secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla, tem como o tema central “Todos usam o SUS! SUS na seguridade social, política pública, patrimônio do povo brasileiro”. A conferência segue até o dia 15 de setembro e esta sendo realizada no Centro de Convenções, em Salvador.

Jorge Solla, falou da força e representação que esta conferência traz, já que dos 417 municípios baianos, 416 realizaram conferências. O Secretário também destacou que o tema vem afirmar a importância do Sistema Único de Saúde para a população. Ele destacou serviços prestados  mesmo para aqueles que tem plano de saúde privado. “Plano de saúde privado não faz vacinação nem combate a dengue”declarou Solla. O secretário ainda apresentou um balanço das principais ações da saúde na Bahia.

Segundo Jorge Solla, as diretrizes aprovadas na 7ª Conferência Estadual de Saúde pautaram a elaboração do Plano Estadual de Saúde e deram o norte para grandes ações nos quatro primeiros anos de gestão. “Os benefícios foram levados a várias áreas, resultaram na ampliação do Saúde da Família, na entrega de 1.218 novos leitos hospitalares. Também o número de leitos de UTIs praticamente dobrou, fortalecemos as ações de imunização, vigilância e prevenção, além da capacitação de recursos humanos, qualificamos os trabalhadores da saúde, promovemos concurso público e contratamos profissionais”.

Também participaram da abertura da conferência o governador do Estado em exercício, Otto Alencar, o representando a Organização Panamericana de Saúde (Opas), Rodolfo Gomez Ponce de Leon, o diretor de Atenção Básica do Ministério da Saúde, Heider Aurelio Pinto, dentre outras autoridades.

O governador em exercício lembrou que o Governo do Estado vem investindo em saúde mais do que está previsto na lei, que são 12% da receita do Estado. “No ano passado, por exemplo, foram aplicados 13,77%. Já construímos cinco novos hospitais de grande porte, além de outros investimentos. A discussão hoje é a emenda que está sendo analisada no Congresso Nacional de como se financiar este aporte de recursos”.

Durante a abertura da conferência que delibera a Política Estadual de Saúde, também foram empossados os novos conselheiros estaduais de saúde para gestão dos próximos dois anos. O Conselho Estadual de Saúde é composto por 64 membros,  sendo 32 titulares e 32 suplentes, representando os quatros segmentos da saúde - gestores municipais e estaduais, prestadores, trabalhadores e usuários do SUS.

Ascom\Sesab

 

Sesab nas Redes