Secretaria da Saúde
Comissão Intergestores Bipartite CES SUS

Últimas Notícias

Campanha Nacional para colocar calendário de vacinação em dia é lançado na Bahia

E-mail Imprimir PDF
Modificar el tamaño de letra:

Colocar em dia a carteira de vacinação de 850 mil crianças de até cinco anos. Esta é a meta, para a Bahia, da Campanha de Multivacinação Nacional, lançada neste sábado (18), no 9º Centro de Saúde Sabino Silva, no Nordeste de Amaralina, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, com a presença do governador Jaques Wagner e o secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla. As vacinas estão disponíveis, até o próximo dia 24, em 3,32 mil salas de imunização, entre centros e postos das secretarias municipais de Saúde em todo o estado, e também em postos fixos e volantes.

Outra ação importante, realizada durante a campanha, é a oferta da vitamina A para crianças a partir de seis meses, até cinco anos incompletos. O suplemento está disponível também nas Unidades Básicas de Saúde de todos os municípios baianos. O Programa de Suplementação faz parte da ação "Brasil Carinhoso", do Ministério da Saúde (MS), voltado à primeira infância.

Durante o lançamento da campanha, a decoração alegre, a música infantil e personagens como a Emília, do Sítio do Pica-Pau Amarelo, distraíam crianças como Dandara, de três anos. O pai da menina, Mário Santana, levou a filha para vacinar. "É uma campanha importante para as crianças crescerem saudáveis. Isso é uma segurança para a família". Para Rosângela Gonçalves, mãe de Marília, de quatro anos, o cartão de vacinação tem que estar em dia. "É importante para prevenir várias doenças e garantir a saúde da minha filha".

Novas vacinas

Padilha disse que, este ano, o MS determinou a inclusão de duas novas vacinas, a Pentavalente Combinada, que combate difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e Haemophilus influenzae tipo B, e a vacina inativada de poliomielite (IPV). "A vacina pentavalente é importante porque, por prevenir cinco tipos de doenças, reduz o número de picadas que as crianças precisam levar. Com isto, a vacina contra paralisia infantil poderá ser injetável desde a primeira dose, o que é mais seguro".

O ministro afirmou também que estudos do MS mostram a importância do suplemento da vitamina A. "Nas regiões mais pobres, temos uma forte redução da mortalidade infantil e das doenças e infecções pulmonares". A campanha, que alcança todos os municípios do Norte e Nordeste, além dos vales do Jequitinhonha e do Mucuri, em Minas Gerais, está sendo lançada na Bahia, um estado nordestino, por este motivo".

Bahia sem casos de sarampo, rubéola e difteria


Segundo o secretário da Saúde, Jorge Solla, a meta das campanhas de vacinação, de controlar e erradicar doenças, estão sendo alcançadas na Bahia. "Os resultados são muito bons. Desde 2007, quando havia uma epidemia de sarampo na Bahia, não houve mais nenhum caso. De 2009 para cá, não temos casos de rubéola no estado. Também não temos registro de difteria e, o tétano neonatal, estamos próximos de zerar. Tudo resultado da imunização, que reduz a carga de doenças, o número de óbitos e melhora a saúde da população".

Dilma na Bahia

O governador Jaques Wagner falou da sua alegria por ter sido a Bahia escolhida para o lançamento da campanha nacional e disse que, nesta próxima semana, a presidente Dilma virá ao estado. "A presidente vai lançar em Serrinha o programa nacional de cirurgia eletiva, por conta do programa estadual Saúde em Movimento. A gente acredita no SUS, nesta integração entre os governos federal, estadual e municipais".

Fonte: Secom
Multivacinação/ministro

 

Sesab nas Redes