Notícias /

Nova UTI cardiovascular amplia capacidade de atendimento do Hospital Roberto Santos

05/07/2018 11:18

A oferta do serviço público de saúde foi ampliada na capital baiana nesta quinta-feira (5). O Governo do Estado inaugurou a nova Unidade de Terapia Intensiva (UTI) cardiovascular do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), que conta com 30 leitos instalados em uma área de mais de 300 metros quadrados. Os leitos são equipados com câmeras de monitoramento, interligadas à central de enfermagem da unidade.

A nova UTI recebeu um investimento de R$ 1,6 milhão, distribuídos entre obras físicas e equipamentos. No local, foram realizados serviços como revisão do telhado, instalações elétricas e sanitárias, além de dutos de ar condicionado e rede de gases.

“Esse é um grande avanço para o SUS no estado. A unidade é dedicada exclusivamente a pacientes cardiológicos e portadores de problemas vasculares periféricos, como entupimento de artérias das pernas, aneurismas da aorta e das carótidas. Isso permitirá o tratamento mais rápido de pacientes com infarto, com mais agilidade e menor mortalidade e número de sequelas”, explicou o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.

Durante a entrega da unidade, o governador Rui Costa revelou que, nos últimos anos, o Governo do Estado já investiu mais de R$ 60 milhões no HGRS. “Todo esse investimento do Estado teve como objetivo garantir mais condições técnicas e de infraestrutura, para que mais procedimentos, com maior complexidade, possam ser realizados no Hospital Roberto Santos”, explicou.

O HGRS foi inaugurado há 39 anos e hoje é o maior hospital público da Bahia com cerca de 700 leitos e sete mil funcionários. A unidade oferece atendimento para casos de alta complexidade, sendo considerada um centro de referência em neurologia.

Segundo o diretor geral do HGRS, José Admirço Lima Filho, o hospital vem passando por uma mudança no perfil de atendimento nos últimos dois anos, e a nova UTI ajuda a acelerar o atendimento da população. “Os pacientes vão ficar menos tempo internados e vão ter o atendimento adequado justamente no período que mais precisam, que é o leito de terapia intensiva. É uma ação que nos ajuda a obter resultados ainda mais positivos e alcança quem mais precisa dos serviços de saúde em nosso estado”, destacou.

Secom
HGRS/ cardiovascular

Notícias relacionadas