Mutirão de Cirurgias atende população de Camaçari e outras cinco cidades da RMS

Diminuir a fila de espera por cirurgias eletivas - aquelas que permitem o agendamento da data para realização do procedimento, de uma forma ágil e eficiente. Esta é a proposta do Mutirão de Cirurgias, desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesab), que, a partir do dia 26, estará no município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Entre os procedimentos cirúrgicos realizados estão retirada de mioma (miomectomia), de vesícula (colecistectomia) e de útero (histerectomia), além de cirurgia de hérnias inguinal, epigástrica e umbilical.

A iniciativa é dividida em duas fases. Nos três primeiros dias do mutirão (de 26 a 28), serão realizados, no Centro Administrativo de Camaçari, exames pré-operatórios como eletrocardiograma, raio-X do tórax (nos maiores de 45 anos) e ultrassonogragia (USG), além de avaliação do médico e do anestesista.

A segunda fase, que começa no dia 3 de outubro, é destinada à realização dos procedimentos cirúrgicos no Hospital Geral de Camaçari (HGC). Também serão atendidos pacientes encaminhados pelos municípios de Conde, Dias D’Ávila, Mata de São João, Pojuca e Simões Filho.

O município de Ipiaú, no sul baiano, foi o primeiro a receber o Mutirão de Cirurgias, que começou no último dia 2 . Ao todo, a iniciativa promoveu 356 consultas e 746 exames pré-operatórios, que resultaram no agendamento de 254 cirurgias. O mutirão também ocorreu em outras duas cidades no mês de setembro. Em Jaguaquara, no centro-sul baiano, foram feitas 496 consultas e 312 cirurgias agendadas. Em Jequié, no sudoeste do estado, 342 consultas foram realizadas e 216 cirurgias agendadas.

Fonte: Secom

 

Youtube Flickr Facebook Twitter