Hemocentro Coordenador da Hemoba completa 24 anos

Em 1993, precisamente no dia 15 de março, a sede própria da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) foi inaugurada e passou a oferecer os seus serviços em uma área construída de aproximadamente 3.400m2. A unidade, referenciada como Hemocentro Coordenador (HC), surgiu com uma missão muito importante: coordenar a Política Nacional de Sangue, assegurar a oferta de sangue e seus componentes e prestar assistência em Hematologia e Hemoterapia à população do Estado da Bahia.

Na época, a escolha do local da construção foi estratégica, pois o comércio e os serviços, incluindo serviços de saúde, estavam concentrados no centro da cidade. Por esta razão, optou-se por construir o HC na Avenida Vasco da Gama, ao lado do Hospital Geral do Estado (HGE), um dos principais hospitais de urgência e emergência de Salvador.

A estrutura do Hemocentro Coordenador permitiu atender de forma adequada o fluxo de doadores de sangue e de pacientes ambulatoriais com doenças benignas do sangue, em um espaço moderno, com atendimento confortável e dentro das normas da biossegurança. Hoje, 24 anos depois de inaugurada, a sede da Fundação passa por um processo de reforma das partes vitais para continuar recebendo bem e com segurança os colaboradores, doadores e pacientes.

O HC também tem a sua importância relacionada ao desempenho de atividades essenciais referentes ao processamento e a garantia da qualidade do sangue doado, como, por exemplo, testes sorológicos e de imunohematologia. Além disso, a unidade central da Hemoba é responsável pelo desenvolvimento de ensino e pesquisa, diretamente ou mediante convênios ou contratos com entidades federais, estaduais, municipais e entidades particulares de fins não lucrativos. Assim é possível garantir o crescimento de ações, universalizando, gradativamente, a assistência hematológica, a qualidade do sangue coletado e dos hemocomponentes transfundidos no estado da Bahia.

Ao longo dos anos, a Hemoba conquistou muitos doadores e, junto com eles, viveu histórias emocionantes como a de Arnaldo Seixas, doador fidelizado, que completa 70 anos na mesma data de aniversário do HC e, por esta razão, compareceu na unidade um dia antes para realizar a sua última doação, já que a idade limite é de 69 anos. "Eu doei sangue por 52 anos da minha vida. Hoje, me sinto realizado e orgulhoso por ter feito história ao lado do Hemocentro Coordenador. Sempre tive uma relação muito forte com este lugar, pois ele me completa. Agora vou seguir como um multiplicador, disseminando a cultura da doação de sangue e captando novos doadores", revelou com muita emoção o servidor público.

Com o crescimento da cidade e considerando ainda a extensão territorial do estado, a Fundação precisou descentralizar o serviço de coleta de sangue e expandir para outros pontos da capital e do interior. A ocupação de vazios geográficos, no que concerne à hemoterapia, tem sido alvo das ações da Hemoba em sintonia com o Plano Diretor de Regionalização da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Nesta linha, a manutenção e modernização das unidades hemoterápicas em diversas regiões do estado são necessárias para fazer frente à demanda crescente por hemocomponentes, conseqüência da elevação da complexidade da assistência à saúde na Bahia.

Hoje, a Fundação Hemoba é formada por uma rede de unidades, que são regulamentadas pelo Hemocentro Coordenador. São 25 unidades fixas de coleta distribuídas na Bahia, além de duas unidades móveis, que realizam o acolhimento dos interessados em doar sangue e fazer o cadastro para doação de medula óssea, através do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).

Para Rita Cabral, coordenadora dos Laboratórios da Hemoba, foi um presente participar de todo o processo de construção, arrumação e inauguração do HC. "Sempre desejei trabalhar na área de hemoterapia e compartilhava este desejo com brilho nos olhos diante dos meus colegas de profissão. Lembro que ajudei a organizar os móveis, arrumar os laboratórios e equipamentos, era como se eu estivesse preparando a minha casa. Viver a inauguração do Hemocentro Coordenador foi a realização de um sonho e atuar na Fundação Hemoba tornou-se um dos maiores presentes que a vida me deu."

Um pouco da história

Em janeiro de 1983, a Hemoba surgiu como unidade do extinto Instituto da Saúde do Estado da Bahia (ISEB), autarquia da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), para ser o Centro de Hematologia e Hemoterapia da Bahia. As atividades foram iniciadas em uma área adaptada de 590m2 do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), no bairro do Cabula, cuja abrangência era suprir a demanda de sangue e hemocomponentes da rede pública, em Salvador e região metropolitana.

A personalidade jurídica da instituição foi alterada em 26 de julho de 1989, criando-se a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), com a finalidade de exercer as atividades de Hematologia e Hemoterapia em todo Estado da Bahia.

Certificação

A Fundação Hemoba busca de forma permanente a melhoria dos processos, da qualidade dos serviços e dos componentes do sangue expedidos. Atualmente, o Hemocentro Coordenador está passando por diversos processos de auditória para a Certificação ISO 9001:2015.

Ascom/Hemoba
/hemoba/aniversário

 

Youtube Flickr Facebook Twitter