Hemoba: Estoque de plaquetas está em baixa

O estoque de plaquetas da Fundação DE Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) está em baixa, no período de férias e de festas o número de doadores cai, já que muitas pessoas deixam a cidade e passam a não doar sangue regularmente.

"Na realidade, a plaqueta é um componente de sangue total. O déficit no estoque é porque estamos com uma retração de doação de sangue neste mês de férias. As pessoas viajam e, consequentemente, diminuem as doações. De forma geral, a gente tem vivenciado isso. A gente atende à demanda quando as pessoas doam regularmente, mas quando diminui já é possível notar a diferença", explica a diretora de hemoterapia da Hemoba, Iraildes Santana.

Doação de Plaquetas

O sangue é composto por glóbulos vermelhos, glóbulos brancos, plasma e plaquetas. Muitas pessoas não sabem, mas é possível realizar a doação de somente um dos componentes. O processo que permite a separação e a coleta específica chama-se aférese.

A forma de doação por aférese é muito parecida com a de doação de sangue total, mais comum. As plaquetas ajudam no controle de sangramentos: uma parte das plaquetas fica retida em uma bolsa e, com o auxílio de um equipamento especial, são devolvidos à circulação os demais componentes do sangue. Todo o processo dura cerca de 60 minutos. É um método totalmente seguro e em 48 horas o organismo repõe as plaquetas doadas. Ou seja, em apenas dois dias já é possível fazer uma nova doação de plaquetas.

O doador de plaquetas deve preencher os mesmos requisitos exigidos para o doador de sangue total, além de ter realizado pelo menos uma doação de sangue convencional nos últimos meses. A doação de plaquetas por aférese contém 6 a 8 vezes mais plaquetas do que uma doação comum.

Fonte: Ascom/Hemoba
/hemoba/plaquetas

 

Youtube Flickr Facebook Twitter