Ações da Sesab no carnaval 2015

O reforço nas equipes de profissionais de saúde dos grandes hospitais que, efetivamente, estão relacionados com a assistência aos pacientes que necessitarem de atendimento de urgência durante os dias do carnaval é uma das medidas adotadas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) a fim de que o folião possa brincar tranquilo, sabendo que o atendimento, em caso de necessidade, estará garantido.

Serão 1.470 postos de trabalhos, além das escalas normais, e mais de 680 profissionais envolvidos direta e indiretamente no trabalho, no período de 13 a 18. Em sua maioria, estarão atuando, em regime de plantão, nos hospitais Geral do Estado (HGE), Geral Roberto Santos (HGRS), Geral Ernesto Simões Filho (HGESF), Menandro de Farias (HMF) e nas unidades de emergência de Pirajá, Cajazeiras e Curuzu. A Central Estadual de Regulação (CER) funciona normalmente 24 horas.

Ocorrências no carnaval

O Sistema de Ocorrências Médicas para o Carnaval 2015, realizado pela Diretoria de Modernização Administrativa (DMA), disponibilizará, em tempo real, o número de atendimentos efetuados nas unidades de saúde envolvidas no atendimento aos foliões. Os dados poderão ser acessados na internet, por qualquer pessoa, no endereço www.saude.ba.gov.br. As informações do Banco de Dados estarão disponíveis a partir de quinta-feira (12), às 18h, até a manhã da quarta-feira de Cinzas (18).

Nesse carnaval faça uma doação de sangue

Com o slogan "Precisamos de doadores que vão curtir a sofrência", a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) informa aos doadores de sangue que o Hemocentro, situado na Avenida Vasco da Gama (ladeira do HGE), estará funcionando nesse carnaval para receber a sua doação de sangue.

A Hemoba funcionará nos seguintes dias e horários: sexta-feira (13) e sábado (14), das 7h30 às 18h; domingo estará fechado; segunda e terça-feira das 7h30 ás 18h30; na quarta-feira, a unidade funcionará das 13 às 18h30.

Ações de vigilância com posto do Fique Sabendo

Além da intensificação do atendimento da rede pública hospitalar e do esforço nas unidades de emergência, haverá atenção especial nas ações de prevenção das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e Aids. Para isso, a Sesab estará com um posto do Fique Sabendo na Avenida Ademar de Barros (proximidade das gordinhas) onde serão feitos testes rápidos e distribuição de camisinhas.

Ações de prevenção de DST/Aids também serão levadas ao Circuito Dodô (Barra/Ondina) pelo bloco da Camisinha, que sai hoje em uma parceria com o Bloco Os Mascarados.

Técnicos da Superintendência de Vigilância e Proteção à Saúde (Suvisa), via Diretoria Vigilância Epidemiológica (Divep), estarão de plantão todos os dias do carnaval nas dependências do Centro de Atenção Social (CAS), na Avenida ACM, preparados para atender a qualquer eventualidade.

Doação de órgãos

O incentivo à doação de órgãos também será uma ação da Sesab durante o carnaval 2015. Através do Sistema Estadual de Transplantes, a Sesab firmou uma parceria com a Saltur. Durante o carnaval, balões com mensagens sobre doação de órgãos e tecidos estarão instalados nos percursos dos circuitos.

As mesmas mensagens serão afixadas em trios elétricos, enquanto técnicos da Sesab/Sistema Estadual de Transplantes vão distribuir material educativo, informando sobre o processo de doação e transplante de órgãos. No Aeroporto de Salvador, Rodoviária e no Sistema Ferry Boat haverá também distribuição de material educativo. A ação terá início nesta sexta-feira (13), prosseguindo até a terça-feira de carnaval.

Ciave alerta para risco de intoxicação

No período do carnaval aumenta o risco de ocorrência de intoxicações, sejam decorrentes de alimentos contaminados ou pelo uso, associado ou não, de energéticos, bebidas alcóolicas e outras drogas de abuso. Desta forma, a equipe do Centro Antiveneno (Ciave) alerta sobre o risco do uso de drogas e a prática de associar bebidas alcoólicas e energéticas, que têm sido cada vez mais frequentes, principalmente em períodos festivos.

A maior preocupação é que este tipo de associação pode levar a um estado de "embriaguez desperta", na qual a cafeína mascara a sensação de embriaguez, sem reduzir os prejuízos causados pela intoxicação, caracterizada pelo aparecimento de palpitação forte, tontura, mal-estar, sudorese e, principalmente, dor no peito e desmaio.

Sesab/Ascom
/carnaval/ações

 

Youtube Flickr Facebook Twitter